_ Dona Rose e o Vizinho Sr. Geraldo




Dona Rose é uma quarentona, branca mas o rego da bunda é escuro, baixinha do bundão, cabelo curto e gosta de provocar com shortinhos, sainhas curtas e biquínis ousados. Ela e o marido, Eliomar, cinquentão tranquilo e corno manso feliz, levam uma vida social bem ativa. Saem para eventos e baladas, viajam e aproveitam para curtir sexo casual. Ela adora foder com caras mais novos, mas de vez em quando topa com algum coroa também como nesse caso que aconteceu no começo do ano passado. Ao longo de seus mais de 20 anos de casamento já traiu o marido várias vezes e hoje o maridão até gosta e é cúmplice total das safadezas da sua patroa. O casal mora só, os dois filhos não residem mais em casa há alguns anos. Moram num condomínio de padrão mediano com piscina e churrasqueira onde sempre encontram com outros condôminos. Entre os moradores, o Sr. Geraldo é um coronel sessentão da reserva do Exército cujo apartamento fica de frente o do casal, sendo um andar acima. Sempre que eles desciam para um churrasco ou banho de piscina no condomínio o Sr. Geraldo aparecia para conversar e acabaram ficando bem amigos. Só que Dona Rose e o marido sabiam bem o motivo pelo qual o vizinho sempre se fazia presente. É que Dona Rose, exibicionista que é, tem a mania de ficar só de calcinha ou mesmo nua em casa, seja para os afazeres domésticos diários ou para qualquer atividade, e deixa as janelas abertas sem preocupação. Com certeza o Sr. Geraldo, cujo apartamento é bem defronte ao dela, aprecia sua nudez com frequência. Ela mesma já flagrou o vizinho algumas vezes na janela e uma vez até com um binóculo. O maridão curte o exibicionismo da sua patroa e uma vez até transou com a esposa para o vizinho apreciar a cena. Puseram a cama bem na frente da janela e ficaram transando com ele deitado por baixo e ela cavalgando, e o marido por baixo ficava abrindo as ancas da patroa para o vizinho apreciar. Desde então, o Sr. Geraldo é todo cortesia com Dona Rose. Embora nos encontros falassem algumas sacanagens, parece que tinham um acordo velado de exibicionismo entre eles. Dona Rose, por sinal, sempre usa mini biquínis na piscina e o Sr. Geraldo, de tanto dar indireta para Dona Rose, conseguiu despertar no marido uma ideia de extorquir uma graninha do vizinho. O maridão, então, propôs a patroa que seduzisse o vizinho para conseguir alguma vantagem dele e combinaram que seria pagar a taxa de condomínio que estava na casa dos 700 reais. Mas era só de pirraça mesmo, pois o casal tinha uma condição financeira boa embora não ostentassem. Combinaram, então, que ela iria seduzir o vizinho. Na primeira semana, numa manhã de quarta-feira, Dona Rose ficou novamente nua enquanto fazia uma faxina no apartamento. Na hora de limpar a mesinha se inclinava até que um momento que olhou pela janela e viu o Sr. Geraldo e deu thauzinho para o vizinho. Ele não se conteve e interfonou pra ela.
-(Sr. Geraldo) Bom dia Rose, posso dá uma passadinha aí? Queria apreciar essa gostosura mais de perto.
-(Dona Rose) Claro Sr. Geraldo. Apareça! Estou aguardando!
O vizinho então chegou e Dona Rose do jeito que estava abriu a porta. De salto, com a vassoura na mão, o bundão com marquinha do biquíni, enfim estava irresistível, o que deixou o vizinho perturbado. Pediu licença para se vestir, foi rebolando lentamente até o quarto e colocou um vestidinho caseiro a contragosto do visitante. Quando voltou ela se aproximou e tascou-lhe um beijo:
- (Dona Rose) Preciso de um favorzinho do senhor Sr. Geraldo. É que não temos como pagar o condomínio esse mês, os meninos vão ter que se matricular e não temos como arcar com tudo. Teria com o Sr. dá uma forcinha, eu ficaria muito grata.
-(Sr. Geraldo) Bem, posso ver mas preciso de um favorzinho também da senhora, é que lá em casa a minha mulher não me namora há alguns meses e estou na penúria aqui vendo da janela a senhora desfilando como uma rainha. É muita sofrência...
E então, eles começaram a se acariciar e se beijar, mas Dona Rose, esperta que é, não deixou o vizinho lhe pegar logo, ficou no joguinho de provocação deixando o vizinho maluco. Muitos beijinhos e carícias e naquele primeiro dia ela só deixou o vizinho lamber os peitinhos. Marcaram para dois dias depois se verem onde ela dizia a hora que ele podia aparecer. E assim Dona Rose foi aos poucos liberando para o vizinho, uma ou duas vezes por semana e a cada dia avançava um pouquinho no sexo. Ainda narrava os encontros para o maridão quando chegava do trabalho e nesses dias era a foda mais intensa do casal. No segundo encontro ela deixou o Sr Geraldo massagear sua buceta, no terceiro o coroa dedilhou seu cuzinho, no quarto ele cheirou e lambeu seu cu até ela gozar com a língua dele e ele gozar na punheta, no quinto dia ela fez um boquete e bebeu a porra, no sexto o vizinho finalmente come sua buceta. Nisso ela já tinha ganho dois meses de condomínio e segurou as transas nesses limites, mas ela sempre provocava o Sr. Geraldo com aquela bunda gostosa dando a impressão de que fodia muito com o pau no seu cu. Só deixava o coroa cheirar e lamber seu cuzinho dizendo que ainda era virgem atrás. E nisso ela ia ganhando mais tempo pois sabia que o coroa estava fascinado na sua bunda. No quarto mês de pagamento do condomínio quando o vizinho já estava louco pra comer sua bunda mas Dona Rose não liberava ele ameaçou não aparecer mais, foi então que ela preparou uma tarde especial para dar o cu bem gostoso para ele. Pediu para ele arranjar um vibrador para ela ir se acostumando aos poucos o que de pronto o vizinho atendeu. Naquela tarde o coronel, que sempre se bombava a base de viagra se deliciou por horas de sexo anal com Dona Rose. O corroa arregaçou o cu de Dona Rose que, na realidade, de virgem não tinha nada, mas naquela tarde sofreu um bocado. Mas o fato é que o coronel ficou mais fascinado ainda. Dona Rose, experiente que é, conseguiu fazer o coroa acreditar que ela era realmente virgem atrás assim como ele acreditar também que o marido não sabia de nada. O casal manteve esse romance por alguns meses até se mudarem.
Foto 1 do Conto erotico: _ Dona Rose e o Vizinho Sr. Geraldo


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario cucamarada

cucamarada Comentou em 01/07/2018

Adoro comer cu de uma coroa gostosa assim.

foto perfil usuario carlos cézar

carlos cézar Comentou em 11/02/2017

Votado, que delícia de mulher, adoraria ter uma assim.

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 29/01/2017

Que bela potranca a Dona Rose! Betto

foto perfil usuario meaubnu

meaubnu Comentou em 29/01/2017

Quem dera uma Dona Rose assim em meu condomínio!!! Delicia de conto!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


96107 - No Hotel em Fortaleza - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico cucamarada

Nome do conto:
_ Dona Rose e o Vizinho Sr. Geraldo

Codigo do conto:
96239

Categoria:
Coroas

Data da Publicação:
28/01/2017

Quant.de Votos:
16

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


wwwsogro.norabrasileira casada noviha draido seu marido aida da o cu apedadihoConto erotico sadomasoquismo gay Usa cinto de castidadecontos eroticos de corno safadono conto erotico minha irma mais nova mim pertuba pra transa com elaporno.masdrata.filhono.riucasal praticante de zoofiliaMeu funcionario da minha empresa ele era gay eu levei ele pro motel conto eroticocontos eroticos incesto comeu a irma dormindo e gozouporno contos eroticos pai comeu meu cu numa aposta ,gaycontos de vovózinha gostosaa caminho da scanagemwww.quando o corno sai minha inquilina poem um shortinhos e fica se mostrando xvideis 2017comi a minha tiaesposa velho pauzao contoscontos chupada no banco da praçacontos eroticos puta fode e fala no telefonescatvedeovideos de mulher e travesti e viado se arrombando com pau de boracha super grosojovem comedor das mulheres casadas quadradinho erticoconto bebada fico taradaO garoto e o negro conto gayputinha bundinhaconto erotico gay vendendo meu namoradog magazine matheus mazzafera fotosfoi brigar com meu vizinho ele me chamou de puta contos eróticospentelhudo conto gaytroca casais contoscache:JKpc-HlPM8QJ:mozto.ru/conto/103288/292623/vadia-do-rancho-pt-13.html conto erotico entregador de pizza a forcacontoeroticominhasobrinhacontos eróticos, a empregada peludacontos eroticos um estranho mim arombou no meio da ruahq porno de traicaosó provocar amigo conto erótico cornocontos casada pipinao cabeçudo contos eroticos com o amigo do meu filho 2017As Aventuras Eróticas de Lia 7 – Partefamilia favela em dividindo o banheiroContos eroticos de travestis ropeu o meu anus.contos gay o casado virou putinhacontos eroticos novinhas vendidasrelatos contos eroticos haitianomenino comendo a coroa no conto eroticocontos gay roçacu da família conto eróticocontos reais eroticos estourei o cu da filinha do meu vizinhocontos eróticos viadinho sapecaconto cu kywww.professoracontoerotico.com.brcontos de uma ninfomaníacarapidinha conto gayporno minha. mãe tá. medeixano malucoQuadrinhoseroticossobrinhasquadrinhos porno vovô gozou na buceta da neta na praiawww.xvidio prima neguinha virgemContos erticos picantes de gays com fotos ilustrativasrelatos eroticos incentivei meu marido a fuder nossa filhacontos eroticos velha donzelacontos eroticos gay o meu padrinho gatucunhada tesudaContos eroticos passando bronzeador na madastra www.contos eroticos sogra crenti.comquadrinhos eróticosde travesti comendo o pedreiroContos gay( Meu pai)comendo o pai gay moz pornoamanda dijean flagra peitoconto corno viciado em porracontos eróticos de pai pastoreu e minha esposa adoramos chupar uma piroca juntos com minha enteadaconto erotico eu e meu cunhado e um casalcontos gay virei puta do molequecontos de cornos bivem minha ninfeta dança no meu pau contomae safadona empina o rsbo po filhodwolland coroa gauchaContos eroticos - colega da escolafoto xoxota da josinhahq pornoquadrinhos pornograficos honey mothers 2 part 3pos balada carona recompensada contos erocontos eroticos irmao safadohentai o sogro 4em quadradinhosirirca pro meu filho contocontos eroticos minha cunhada dava pra mim sempre que minha esposa dormia pois ela mora conoscoconto erotico dividafilha de pastor metendo.desejo de Hannah 5contos eroticos, minha filha berrou