Mostrando a buceta na loja de calçados


Click to Download this video!


Mostrando a buceta na loja de calçados


Conto de Mayara Nascimento
Me chamo Marcos e minha mulher Regina, somos um casal normal, mas com o passar do tempo e a rotina do dia a dia, o casamento começa a dar uma esfriada, e pra tentar aquece-lo novamente agente começa a fantasiar coisas que agente tem vontade de fazer ou por em prática. Eu tinha várias dessas fantasias, dentre elas ver minha mulher se exibindo, mostrando sua bucetinha, seus peitinhos ou até mesmo dando sua buceta pra outro macho comer. Na verdade o meu desejo era mesmo ser corno, cada vez que eu pensava nisso ficava com meu cacete duríssimo, só de imaginar minha mulher gozando na pica de outro. E cada vez que eu estava na cama com ela e imaginava outro homem fodendo aquela buceta, eu a fodia com muito mais vigor, mais vontade, desejo, tesão e gozava como um cavalo, despejando um riacho de porra dentro dela, mas cadê coragem de dizer pra ela dessas minhas fantasias. No verão como faz muito calor nos habituámos a dormir pelados, e minha mulher passa a maior parte do dia assim, pelada dentro de casa. Como moramos em uma cidade pequena do interior que está começando a crescer verticalmente, adquirimos nosso ninho em um prédio de apartamentos e no 12º andar, sem qualquer outro prédio por perto . Isso nos dava a liberdade de acordar e andar pelados pelo apartamento, sem que nenhum olhar curioso pudesse nos importunar, eu nem sempre, mas ela se acostumou a viver assim dentro de casa, completamente nua. Decidi que precisava fazer alguma coisa pra por isso em prática, comecei a elogiar seu corpo, suas curvas, sua bunda seus seios, e principalmente sua bucetinha quando ela desfilava nua na minha frente, aquilo era de encher os olhos, de dar agua na boca, com seus pequenos lábios vaginais, que de pequenos não tinha nada, saindo pra fora, se sobrepondo aos grandes lábios, parecia mais um hambúrguer com a carne saindo pra fora do pão, um verdadeiro e suculento bife, Ah que vontade de morder aquela carne macia, de chupa-la até soltar seu suco em minha boca. Quando íamos sair ela sempre se arrumava demoradamente como toda mulher, e quando estava de saia ou vestido eu sempre elogiava suas belas coxas e pernas, sua maquiagem seu batom, cabelo, o delicioso e inebriante perfume que ela usava, e a deixava com seu ego lá em cima. As vezes levantava sua saia ou vestido pra ver que calcinha estava usando, e comecei a instiga-la a andar comigo na rua sem nada por baixo, pedia pra ela se exibir e deixar os homens loucos de desejo, claro que ela ficava brava dizendo que eu estava pensando que ela era puta, mas que ela era mulher direita, e casada, pra eu sempre me lembrar disso, mas eu continuava sempre buzinado no ouvido dela a cada vez que íamos a rua. A noite quando estávamos na cama em nossas relações na hora que a coisa estava mais quente, quase no seu auge eu falava da minha vontade de ver ela em um local público se exibindo, deixando alguém ver que ela estava sem calcinha, deixando sua bucetinha à mostra pra quem quisesse ver. Decidi ir mais além e dizer que tinha vontade de ver ela dando sua bucetinha pra outro homem comer, que eu queria que ela tivesse um amante, e que eu seria o corninho mais feliz do mundo, e ela sempre desconversava, ficava brava, mas eu não desisti, passamos a transar com mais frequência e gozávamos com muito mais intensidade, um gozo mais selvagem, e depois de muito tempo, de muita insistência, ela já não dizia nada, apenas gemia mais alto e eu sentia ela estremecer e se contorcer em um gozo delicioso e mais prolongado, e eu gozava junto enchendo aquela bucetinha com minha porra quentinha. Terminávamos de gozar estávamos cansados, suados, ofegantes e completamente moles. O fato de na cama ele não contestar as minhas palavras de desejo em seu ouvido, já era um bom sinal, e a cada trepada eu bombardeava os ouvidos dela pra usar roupas mais ousadas, mais curtas sem deixar de pedir pra sair sem calcinha e sem sutiã, e mostrar sua bucetinha e seus lindos peitos, parece que ela já não ligava mais, e nem ficava brava como antes parecia até já estar gostando daquelas minhas fantasias. Notei algumas vezes que quando se preparava pra sair seus vestidos ou saias já estavam mais curtos, sua coxas aparecendo mais e eu elogiando mais ainda suas curvas, suas coxas, seu perfume, e dizendo de como eu me orgulhava de ter uma esposa tão linda e apetitosa, tão sensual e gostosa, e a beijava em seguida como dois amantes apaixonados. Num final de semana minha esposa me convidou pra almoçarmos no shopping, ela se arrumou toda e quando íamos sair notei logo na roupa dela, linda como sempre mas desta vez com uma blusa decotada, alias um decote bem generoso, uma saia bem mais curta que o normal, cerca de um palmo acima dos joelhos, salto alto e uma cara de muito tesão, bem safada. Um pouquinho que ela se inclinasse dava pra ver através do decote seus lindos seios completamente nus. Fiquei pensando: Será que ela decidiu atender meus apelos, lógico que não deixei de elogiar e ela com um sorrisinho bem safado me deu um beijo bem molhado. Rumamos pro shopping e fomos direto pra praça de alimentação, arrumamos uma mesa e sentamos, fui fazer nosso pedido e quando voltei vi por baixo da mesa minha linda com suas pernas um pouco abertas e com a saia curta era possível ver o que eu mais queria e pedia pra ela mostrar, sua bucetinha, fiquei morrendo de tesão e desejo ao mesmo tempo. Me sentei na cadeira ao lado e fiquei observando se alguém notava que ela estava sem calcinha e com sua bucetinha aparecendo, não demorou muito pra um casal se sentar na mesa de frente a nossa, e logo a moça arregalou os olhos elevou a mão a boca num gesto de surpresa e espanto ao mesmo tempo, e se virou pro rapas cochichando algo e ele também ficou como que paralisado olhando pra bucetinha da minha esposa. Nós continuamos conversando como se nada tivesse acontecendo, como se não tivéssemos percebido nada, fui pegar nosso pedido e enquanto almoçávamos demos àquele casal o presente de se tornarem nosso primeiro voyeur. Depois que saímos da praça de alimentação minha mulher olhou pra mim com aquela carinha de safada deliciosa e perguntou: E ai, gostou? Adorei meu amor, te amos e quero mais. Começamos a andar pelos corredores do shopping olhando as vitrines das lojas até que paramos numa vitrine de uma loja de calçados, ela olhou pra mim e disse: Amor, vou comprar uma sandália, aquele sorrisinho safado já demonstrava que ela iria aprontar, nessa hora imaginei a cara de surpresa do vendedor quando visse diante dos seus olhos aquela linda bucetinha da minha esposa. Veio um vendedor atende-la, apesar do horário a loja não estava muito cheia, o vendedor prontamente, se dispôs a pegar varias caixas de sandálias e colocou no chão diante do banco que ela estava sentada, mal sabia ele o que o aguardava, um rapaz simpático, 25 anos no máximo, chamava-se Fernando, pela aliança no dedo da mão esquerda indicava que era casado, ele ficou ajoelhado diante dela enquanto ela escolhia um par para experimentar. Como a saia era muito curta mesmo de pé um pouco afastado dava pra ver sua bucetinha aparecendo, imagine ele ali de joelho de frente com ela. Minha esposa cruzava as pernas experimentando um pé de sandália enquanto ela fingindo tirar a sandália da caixa olhava fixamente aquela maravilha diante dos seus olhos, e ela lentamente descruzava as pernas, com muita delicadeza pra colocar o outro pé de sandália, depois aproveitando o momento e com muita sutileza foi abrindo as pernas pouco a pouco, deixando-as um pouco aberta para que ele pudesse ter uma visão privilegiada de sua buceta já bastante molhada de tesão, deixando aquele homem casado como que hipnotizado, e com o olhar fixo por entre suas pernas maliciosamente abertas. XMinha esposa fazia cara de inocente, de desentendida, mas no fundo eu sabia que sua bucetinha já estava melada, minha vontade era que aquele homem, largasse aquelas sandálias de lado e fodesse ela ali mesmo, no chão em meio aquelas caixas e sapatos, me abaixei junto do vendedor fingindo ajeitar a sandália no seu pé e abrindo mais ainda suas pernas diante dele deixando ele perceber que eu estava de acordo com o que ela estava fazendo, pedi pra ele pegar um outro par que estava na vitrine, só pra ele ficar de pé e minha esposa visse o volume entre suas pernas, e ao ficar de pé não fez nenhuma questão de esconder a ereção ficando de pé alguns segundos diante dela, quando ele se afastou ela me disse baixinho!!! Minha buceta tá latejado, tá melada e quente, tô e louca de vontade!!! Perguntei: Quer dar pra ele? Você deixa? Claro amor!!! Assim que ele voltou olhava pra bucetinha dela com desejo e me encarava de um jeito meio sacana, como que pedindo permissão para fode-la, minha esposa estava literalmente com uma carinha de puta e daquelas bem safadas, cheia de desejo e doida pra ser fodida, e meu desejo naquela hora era que ele agarrasse ela e a fodesse com gosto ali mesmo no chão em meio aquelas sandálias. Mesmo de joelho não foi difícil notar que o seu cacete estava muito duro, pulsando dentro daquela calça preta, ele estava incomodado, suava e certamente ele estava com um desejo enorme de comer minha esposa, ele não conseguia disfarçar o tesão que sentia, o cacete só faltava rasgar a calça, me levantei e fui pra traz da minha esposa e fiz pra ele um sinal com os braços, como na musica do Michel Telo “ai se eu te pego” um sinal claro que ele podia comer ela, e minha esposa torturou aquele pobre homem por quase meia hora depois saímos da loja sem ela comprar nada. Fomos embora, mas antes demos um cartão a ele com nosso endereço e números dos nossos celulares, e marcamos no cartão uma determinada hora a noite, pra ele entender que podia comparecer em nossa casa. Certamente com o tesão que ele estava era impossível não imaginar que ele fosse correndo pro banheiro tocar uma deliciosa punheta imaginando aquela deliciosa bucetinha em sua frente. Chegando em casa tanto eu como minha esposa estávamos loucos por uma trepada, e foi o que aconteceu, ambos pensando no cacete daquele homem casado da loja de calçados, eu desejando ver aquele cacete enterrado na bucetinha dela, e ela louca pra desfrutar daquele que parecia um cacete grande e groso, pra satisfazer seu desejo e apagar um pouco o fogo da sua buceta. A noite o celular da minha esposas tocou, era ele tentando marcar um encontro, mas disse que aquela hora ficava difícil pois era casado e com certeza sua esposa estranharia se chegasse mais tarde do que de costume, marcamos pro sábado a tarde, pois assim segundo ele poderia dar uma desculpa sem levantar suspeitas, aceitamos seus argumentos e por volta das duas da tarde lá estava ele batendo em nossa porta. Abri a porta e o convidei a entrar, logo minha esposa já se aproximou com aquela carinha de safada com sua blusa decotada, e com a mesma saia curta que usou naquele dia, se cumprimentaram com beijinhos no rosto e Fernando já demonstrando o tamanho do seu tesão e desejo de comer minha mulher, sem nenhuma cerimônia já foi beijando seu pescoço, sua nuca, e sussurrando em seu ouvido perguntando se ela queria ser comida ali mesma, ou se preferia ir pra cama, ela balançou a cabeça mostrando que sim, que queria ser comida, e apontando pro quarto, queria ser comida na cama. Mas ele estava com pressa pra comer sua buceta, e já fui desabotoando botão por botão de sua blusa, enquanto a beijava com voracidade, depois de tirar sua blusa foi de encontro as seus seios, rijos e pequenos, começou a mordiscar e chupar cada um deles, que logo ficaram mais rígidos ainda. Foi descendo ate seu umbigo onde deu uma leve lambidinha e se ajoelhou de vez, levantando a saia já curta da minha esposa que já estava sem calcinha, passou o dedo em sua linda raxinha melada e provou seu suco, ela apoiou uma perna no sofá deixando sua buceta mais aberta ainda pra facilitar o trabalho do Fernando, que logo enfiou seu rosto entre as pernas dela pra se alimentar daquele delicioso manjar dos deuses, degustando a pureza daquele mel delicioso. Ele chupava os dois seios dela que eram pequenos e durinhos alternadamente, subia até sua boca beijando com voracidade, passando por sua orelha onde passava a língua e sussurrava palavras obscenas, soltou sua saia deixando-a cair ao chão, desceu sua mão até sua bucetinha e coloca dois dedos dentro dela, e percebe que sua grutinha estava muito mais molhada que antes, ela por sua vez leva a mão e apalpa sua ferramenta, e começou alisar seu pau por cima da calça, pau esse que estava duro como rocha. Ela alisava, lhe beijava e arranhava sua costas, percebi que minha mulher estava muito tarada, louca pra entrar naquela rola do Fernando, até parecia que há anos não via uma pica. Regina começou a descer beijando seu pescoço, tórax passando pela barriga e assim que chegou no ponto que desejava, abriu sua calça, e começou a morder seu pau sobre a cueca, mas não demorou para se livrar dela, baixou sua cueca liberando seu membro e suspirou!!! Ah, que delicia de rola, cheirou aquele pau duro e babando e começar a bater com o pau em seu rosto, começou a lamber a cabecinha, e percorrer com a língua a extensão de seu pau, e sem cerimônia abocanhou ele com vontade chupando como uma louca. E como já estava com o tesão acumulado, não demorou muito pra ele gemendo gozar em sua boca, Regina sem cerimônia engoliu todo o leitinho do Fernando e continuou chupando, deixando seu pau limpinho. Depois de tomar seu leite ela beijou sua boca, fazendo-o provar do seu próprio gozo, eu como bom marido e corninho apenas apreciava minha mulher fazer tudo que eu sempre desejei, vê-la nos braços e na pica de outro macho. Depois dessa primeira etapa os dois foram pra cama, Regina começou a chupar a pica do Fernando até ela ganhar vida de novo, deitado na cama e com seu pau bem duro e apontando pro teto, era chegada a hora do Fernando comer aquela buceta que tanto tinha lhe torturado na loja de calcados, com Regina montada sobre ele encaixando seu pau na buceta, Fernando começava a sentir o calor de sua bucetinha, pequena apertadinha e completamente depilada, pois ela fez questão de deixar sua buceta lisinha pra ser visitada por aquela pica que ela também desejava muito. Sem dúvida aquela buceta carnuda era muito aconchegante e estava ensopada, eu podia ver a cara da minha mulher, era de muita facilidade, ver aquele pau escorregaram para dentro dela enquanto ela mordia os lábios e soltar um gritinho de tanto tesão. Ela cavalgava a pica do Fernando que socava sem dó em sua buceta, Fernando estava com sua respiração cada vez mais ofegante e Regina da mesma forma entregando seu primeiro orgasmo, Fernando acelerou mais ainda seus movimentos olhando sua cara de safada, ela olha para ele e grita me “fode” Mostrando a buceta na loja de calçados


Conto de Mayara Nascimento
Me chamo Marcos e minha mulher Regina, somos um casal normal, mas com o passar do tempo e a rotina do dia a dia, o casamento começa a dar uma esfriada, e pra tentar aquece-lo novamente agente começa a fantasiar coisas que agente tem vontade de fazer ou por em prática. Eu tinha várias dessas fantasias, dentre elas ver minha mulher se exibindo, mostrando sua bucetinha, seus peitinhos ou até mesmo dando sua buceta pra outro macho comer. Na verdade o meu desejo era mesmo ser corno, cada vez que eu pensava nisso ficava com meu cacete duríssimo, só de imaginar minha mulher gozando na pica de outro. E cada vez que eu estava na cama com ela e imaginava outro homem fodendo aquela buceta, eu a fodia com muito mais vigor, mais vontade, desejo, tesão e gozava como um cavalo, despejando um riacho de porra dentro dela, mas cadê coragem de dizer pra ela dessas minhas fantasias. No verão como faz muito calor nos habituámos a dormir pelados, e minha mulher passa a maior parte do dia assim, pelada dentro de casa. Como moramos em uma cidade pequena do interior que está começando a crescer verticalmente, adquirimos nosso ninho em um prédio de apartamentos e no 12º andar, sem qualquer outro prédio por perto . Isso nos dava a liberdade de acordar e andar pelados pelo apartamento, sem que nenhum olhar curioso pudesse nos importunar, eu nem sempre, mas ela se acostumou a viver assim dentro de casa, completamente nua. Decidi que precisava fazer alguma coisa pra por isso em prática, comecei a elogiar seu corpo, suas curvas, sua bunda seus seios, e principalmente sua bucetinha quando ela desfilava nua na minha frente, aquilo era de encher os olhos, de dar agua na boca, com seus pequenos lábios vaginais, que de pequenos não tinha nada, saindo pra fora, se sobrepondo aos grandes lábios, parecia mais um hambúrguer com a carne saindo pra fora do pão, um verdadeiro e suculento bife, Ah que vontade de morder aquela carne macia, de chupa-la até soltar seu suco em minha boca. Quando íamos sair ela sempre se arrumava demoradamente como toda mulher, e quando estava de saia ou vestido eu sempre elogiava suas belas coxas e pernas, sua maquiagem seu batom, cabelo, o delicioso e inebriante perfume que ela usava, e a deixava com seu ego lá em cima. As vezes levantava sua saia ou vestido pra ver que calcinha estava usando, e comecei a instiga-la a andar comigo na rua sem nada por baixo, pedia pra ela se exibir e deixar os homens loucos de desejo, claro que ela ficava brava dizendo que eu estava pensando que ela era puta, mas que ela era mulher direita, e casada, pra eu sempre me lembrar disso, mas eu continuava sempre buzinado no ouvido dela a cada vez que íamos a rua. A noite quando estávamos na cama em nossas relações na hora que a coisa estava mais quente, quase no seu auge eu falava da minha vontade de ver ela em um local público se exibindo, deixando alguém ver que ela estava sem calcinha, deixando sua bucetinha à mostra pra quem quisesse ver. Decidi ir mais além e dizer que tinha vontade de ver ela dando sua bucetinha pra outro homem comer, que eu queria que ela tivesse um amante, e que eu seria o corninho mais feliz do mundo, e ela sempre desconversava, ficava brava, mas eu não desisti, passamos a transar com mais frequência e gozávamos com muito mais intensidade, um gozo mais selvagem, e depois de muito tempo, de muita insistência, ela já não dizia nada, apenas gemia mais alto e eu sentia ela estremecer e se contorcer em um gozo delicioso e mais prolongado, e eu gozava junto enchendo aquela bucetinha com minha porra quentinha. Terminávamos de gozar estávamos cansados, suados, ofegantes e completamente moles. O fato de na cama ele não contestar as minhas palavras de desejo em seu ouvido, já era um bom sinal, e a cada trepada eu bombardeava os ouvidos dela pra usar roupas mais ousadas, mais curtas sem deixar de pedir pra sair sem calcinha e sem sutiã, e mostrar sua bucetinha e seus lindos peitos, parece que ela já não ligava mais, e nem ficava brava como antes parecia até já estar gostando daquelas minhas fantasias. Notei algumas vezes que quando se preparava pra sair seus vestidos ou saias já estavam mais curtos, sua coxas aparecendo mais e eu elogiando mais ainda suas curvas, suas coxas, seu perfume, e dizendo de como eu me orgulhava de ter uma esposa tão linda e apetitosa, tão sensual e gostosa, e a beijava em seguida como dois amantes apaixonados. Num final de semana minha esposa me convidou pra almoçarmos no shopping, ela se arrumou toda e quando íamos sair notei logo na roupa dela, linda como sempre mas desta vez com uma blusa decotada, alias um decote bem generoso, uma saia bem mais curta que o normal, cerca de um palmo acima dos joelhos, salto alto e uma cara de muito tesão, bem safada. Um pouquinho que ela se inclinasse dava pra ver através do decote seus lindos seios completamente nus. Fiquei pensando: Será que ela decidiu atender meus apelos, lógico que não deixei de elogiar e ela com um sorrisinho bem safado me deu um beijo bem molhado. Rumamos pro shopping e fomos direto pra praça de alimentação, arrumamos uma mesa e sentamos, fui fazer nosso pedido e quando voltei vi por baixo da mesa minha linda com suas pernas um pouco abertas e com a saia curta era possível ver o que eu mais queria e pedia pra ela mostrar, sua bucetinha, fiquei morrendo de tesão e desejo ao mesmo tempo. Me sentei na cadeira ao lado e fiquei observando se alguém notava que ela estava sem calcinha e com sua bucetinha aparecendo, não demorou muito pra um casal se sentar na mesa de frente a nossa, e logo a moça arregalou os olhos elevou a mão a boca num gesto de surpresa e espanto ao mesmo tempo, e se virou pro rapas cochichando algo e ele também ficou como que paralisado olhando pra bucetinha da minha esposa. Nós continuamos conversando como se nada tivesse acontecendo, como se não tivéssemos percebido nada, fui pegar nosso pedido e enquanto almoçávamos demos àquele casal o presente de se tornarem nosso primeiro voyeur. Depois que saímos da praça de alimentação minha mulher olhou pra mim com aquela carinha de safada deliciosa e perguntou: E ai, gostou? Adorei meu amor, te amos e quero mais. Começamos a andar pelos corredores do shopping olhando as vitrines das lojas até que paramos numa vitrine de uma loja de calçados, ela olhou pra mim e disse: Amor, vou comprar uma sandália, aquele sorrisinho safado já demonstrava que ela iria aprontar, nessa hora imaginei a cara de surpresa do vendedor quando visse diante dos seus olhos aquela linda bucetinha da minha esposa. Veio um vendedor atende-la, apesar do horário a loja não estava muito cheia, o vendedor prontamente, se dispôs a pegar varias caixas de sandálias e colocou no chão diante do banco que ela estava sentada, mal sabia ele o que o aguardava, um rapaz simpático, 25 anos no máximo, chamava-se Fernando, pela aliança no dedo da mão esquerda indicava que era casado, ele ficou ajoelhado diante dela enquanto ela escolhia um par para experimentar. Como a saia era muito curta mesmo de pé um pouco afastado dava pra ver sua bucetinha aparecendo, imagine ele ali de joelho de frente com ela. Minha esposa cruzava as pernas experimentando um pé de sandália enquanto ela fingindo tirar a sandália da caixa olhava fixamente aquela maravilha diante dos seus olhos, e ela lentamente descruzava as pernas, com muita delicadeza pra colocar o outro pé de sandália, depois aproveitando o momento e com muita sutileza foi abrindo as pernas pouco a pouco, deixando-as um pouco aberta para que ele pudesse ter uma visão privilegiada de sua buceta já bastante molhada de tesão, deixando aquele homem casado como que hipnotizado, e com o olhar fixo por entre suas pernas maliciosamente abertas. XMinha esposa fazia cara de inocente, de desentendida, mas no fundo eu sabia que sua bucetinha já estava melada, minha vontade era que aquele homem, largasse aquelas sandálias de lado e fodesse ela ali mesmo, no chão em meio aquelas caixas e sapatos, me abaixei junto do vendedor fingindo ajeitar a sandália no seu pé e abrindo mais ainda suas pernas diante dele deixando ele perceber que eu estava de acordo com o que ela estava fazendo, pedi pra ele pegar um outro par que estava na vitrine, só pra ele ficar de pé e minha esposa visse o volume entre suas pernas, e ao ficar de pé não fez nenhuma questão de esconder a ereção ficando de pé alguns segundos diante dela, quando ele se afastou ela me disse baixinho!!! Minha buceta tá latejado, tá melada e quente, tô e louca de vontade!!! Perguntei: Quer dar pra ele? Você deixa? Claro amor!!! Assim que ele voltou olhava pra bucetinha dela com desejo e me encarava de um jeito meio sacana, como que pedindo permissão para fode-la, minha esposa estava literalmente com uma carinha de puta e daquelas bem safadas, cheia de desejo e doida pra ser fodida, e meu desejo naquela hora era que ele agarrasse ela e a fodesse com gosto ali mesmo no chão em meio aquelas sandálias. Mesmo de joelho não foi difícil notar que o seu cacete estava muito duro, pulsando dentro daquela calça preta, ele estava incomodado, suava e certamente ele estava com um desejo enorme de comer minha esposa, ele não conseguia disfarçar o tesão que sentia, o cacete só faltava rasgar a calça, me levantei e fui pra traz da minha esposa e fiz pra ele um sinal com os braços, como na musica do Michel Telo “ai se eu te pego” um sinal claro que ele podia comer ela, e minha esposa torturou aquele pobre homem por quase meia hora depois saímos da loja sem ela comprar nada. Fomos embora, mas antes demos um cartão a ele com nosso endereço e números dos nossos celulares, e marcamos no cartão uma determinada hora a noite, pra ele entender que podia comparecer em nossa casa. Certamente com o tesão que ele estava era impossível não imaginar que ele fosse correndo pro banheiro tocar uma deliciosa punheta imaginando aquela deliciosa bucetinha em sua frente. Chegando em casa tanto eu como minha esposa estávamos loucos por uma trepada, e foi o que aconteceu, ambos pensando no cacete daquele homem casado da loja de calçados, eu desejando ver aquele cacete enterrado na bucetinha dela, e ela louca pra desfrutar daquele que parecia um cacete grande e groso, pra satisfazer seu desejo e apagar um pouco o fogo da sua buceta. A noite o celular da minha esposas tocou, era ele tentando marcar um encontro, mas disse que aquela hora ficava difícil pois era casado e com certeza sua esposa estranharia se chegasse mais tarde do que de costume, marcamos pro sábado a tarde, pois assim segundo ele poderia dar uma desculpa sem levantar suspeitas, aceitamos seus argumentos e por volta das duas da tarde lá estava ele batendo em nossa porta. Abri a porta e o convidei a entrar, logo minha esposa já se aproximou com aquela carinha de safada com sua blusa decotada, e com a mesma saia curta que usou naquele dia, se cumprimentaram com beijinhos no rosto e Fernando já demonstrando o tamanho do seu tesão e desejo de comer minha mulher, sem nenhuma cerimônia já foi beijando seu pescoço, sua nuca, e sussurrando em seu ouvido perguntando se ela queria ser comida ali mesma, ou se preferia ir pra cama, ela balançou a cabeça mostrando que sim, que queria ser comida, e apontando pro quarto, queria ser comida na cama. Mas ele estava com pressa pra comer sua buceta, e já fui desabotoando botão por botão de sua blusa, enquanto a beijava com voracidade, depois de tirar sua blusa foi de encontro as seus seios, rijos e pequenos, começou a mordiscar e chupar cada um deles, que logo ficaram mais rígidos ainda. Foi descendo ate seu umbigo onde deu uma leve lambidinha e se ajoelhou de vez, levantando a saia já curta da minha esposa que já estava sem calcinha, passou o dedo em sua linda raxinha melada e provou seu suco, ela apoiou uma perna no sofá deixando sua buceta mais aberta ainda pra facilitar o trabalho do Fernando, que logo enfiou seu rosto entre as pernas dela pra se alimentar daquele delicioso manjar dos deuses, degustando a pureza daquele mel delicioso. Ele chupava os dois seios dela que eram pequenos e durinhos alternadamente, subia até sua boca beijando com voracidade, passando por sua orelha onde passava a língua e sussurrava palavras obscenas, soltou sua saia deixando-a cair ao chão, desceu sua mão até sua bucetinha e coloca dois dedos dentro dela, e percebe que sua grutinha estava muito mais molhada que antes, ela por sua vez leva a mão e apalpa sua ferramenta, e começou alisar seu pau por cima da calça, pau esse que estava duro como rocha. Ela alisava, lhe beijava e arranhava sua costas, percebi que minha mulher estava muito tarada, louca pra entrar naquela rola do Fernando, até parecia que há anos não via uma pica. Regina começou a descer beijando seu pescoço, tórax passando pela barriga e assim que chegou no ponto que desejava, abriu sua calça, e começou a morder seu pau sobre a cueca, mas não demorou para se livrar dela, baixou sua cueca liberando seu membro e suspirou!!! Ah, que delicia de rola, cheirou aquele pau duro e babando e começar a bater com o pau em seu rosto, começou a lamber a cabecinha, e percorrer com a língua a extensão de seu pau, e sem cerimônia abocanhou ele com vontade chupando como uma louca. E como já estava com o tesão acumulado, não demorou muito pra ele gemendo gozar em sua boca, Regina sem cerimônia engoliu todo o leitinho do Fernando e continuou chupando, deixando seu pau limpinho. Depois de tomar seu leite ela beijou sua boca, fazendo-o provar do seu próprio gozo, eu como bom marido e corninho apenas apreciava minha mulher fazer tudo que eu sempre desejei, vê-la nos braços e na pica de outro macho. Depois dessa primeira etapa os dois foram pra cama, Regina começou a chupar a pica do Fernando até ela ganhar vida de novo, deitado na cama e com seu pau bem duro e apontando pro teto, era chegada a hora do Fernando comer aquela buceta que tanto tinha lhe torturado na loja de calcados, com Regina montada sobre ele encaixando seu pau na buceta, Fernando começava a sentir o calor de sua bucetinha, pequena apertadinha e completamente depilada, pois ela fez questão de deixar sua buceta lisinha pra ser visitada por aquela pica que ela também desejava muito. Sem dúvida aquela buceta carnuda era muito aconchegante e estava ensopada, eu podia ver a cara da minha mulher, era de muita facilidade, ver aquele pau escorregaram para dentro dela enquanto ela mordia os lábios e soltar um gritinho de tanto tesão. Ela cavalgava a pica do Fernando que socava sem dó em sua buceta, Fernando estava com sua respiração cada vez mais ofegante e Regina da mesma forma entregando seu primeiro orgasmo, Fernando acelerou mais ainda seus movimentos olhando sua cara de safada, ela olha para ele e grita me “fode” com vontade meu macho, soca este cacete delicioso em minha buceta, que quero gozar nele, mete com força! maaaaaiiiiissss! maaaaaaiiiissss! Me rasga tooooda! Meeeeee raaaaassssga!...
Fernando gozou feito um cavalo dentro da sua bucetinha que ficou arrombada e escorrendo muita porra. Depois dessa trepadinha Fernando e Regina entraram no banheiro e tomaram um banho rápido, voltaram pro quarto e ficaram conversando, se passaram mais de uma hora e Regina começou a chupar a pica do Fernando que em poucos minutos já estava dura. Regina deita e abre as pernas e convida Fernando pra chupar sua buceta já molhadinha, ele passa a língua na sua grutinha mas insatisfeita ela apertar sua cabeça contra sua buceta, fazendo-o chupar com mais voracidade ainda, Fernando chupa a buceta e lambe o cuzinho da minha esposa, ela gosta mas avisa que não vai dar seu tesourinho, que aquele cuzinho é só meu, e pede ao Fernando para foder sua buceta. Ela estava com muito tesão e grita: Me fode ceralhoooo, mete com força nessa buceta, ele se posiciona entre suas pernas e com aquele pau duro usa como uma vara pra bater em seu grelo, batendo várias vezes que até estalava e ela urrava de prazer, logo ele mete em sua buceta enterrando seu pau de uma vez até atingir seu útero. Depois tira e enfia devagar sentindo cada centímetro da buceta da minha mulher engolindo seu pau, Regina urra, grita e Fernando começa a socar com vontade em sua buceta, levanta suas pernas colocando sobre seus ombros e vai fodendo ela cada vez mais forte, depois tira de dentro e ordena que fique de quatro e enterra tudo até o talo na sua buceta faminta. Regina geme e grita de tesão pedindo mais, mais forte, mete com força, me rasgaaaa. Fernando a segura pelos cabelos e enquanto fode sua buceta da varias palmadas em sua bunda deixando marcas vermelhas da sua mão, ao mesmo tempo que a chama de Gostosa, Minha Puta, Minha Vadia, Minha cadela...deixando ela mais tarada ainda, e socando com muita força, sinto que vou gozar ele avisa; ela manda que ele goze dentro, quer sentir o calor da sua porra inundando sua buceta. Ele segurando ela pelo quadril e puxando de encontro a sua pica a cada socada que dava, anunciou: Vou gozar, Vou gozar!!! Regina pede: Goza meu macho, goza gostoso e enche minha buceta com essa porra gostosa, Fernando geme alto e despeja vários jatos fortes inundando sua buceta, e no mesmo instante Regina chega a mais um orgasmo, começa a tremer de uma forma incontrolável, gritar, e se contorcer, retesar seu corpo se entregando totalmente. A respiração dos dois fica ofegantes, cansados, e com moleza nas pernas tombam ainda grudados com um cão engatado na sua cadela, até relaxarem. Tanto Fernando quanto Regina estavam satisfeitos, depois de mais um banho ele se vestiu e foi embora, mas antes Regina disse que amou aquele caralho gostoso e iria querer repetir a dose, mas Fernando diz que o cuzinho da Regina não saia do seu pensamento e que não via a hora de experimentar aquele cuzinho apertado, que queria comer seu cuzinho da próxima vez, ela safada deu uma risadinha e disse: QUEM SABE!!! Aquele cuzinho que era só meu, assim como ela, acho que vai ter mais um dono. Aquiloque eu mais queria aconteceu vi minha mulher se exibindo e mostrando sua bucetinha, e ela que sempre brigava e dizia que não era puta, me surpreendeu, e mostrou que não perde em nada pra uma puta de verdade, agora estamos ambos felizes, eu corno e realizado, e ela que descobriu como é gostoso ser puta, agora quer dar cada vez mais. Tô adorando.

Caro leitor, se você gostou desse conto, comente e se possível me de seu voto. Agradeço, Beijo.
Conto de Mayara Nascimento 14/04/2016


com vontade meu macho, soca este cacete delicioso em minha buceta, que quero gozar nele, mete com força! maaaaaiiiiissss! maaaaaaiiiissss! Me rasga tooooda! Meeeeee raaaaassssga!...
Fernando gozou feito um cavalo dentro da sua bucetinha que ficou arrombada e escorrendo muita porra. Depois dessa trepadinha Fernando e Regina entraram no banheiro e tomaram um banho rápido, voltaram pro quarto e ficaram conversando, se passaram mais de uma hora e Regina começou a chupar a pica do Fernando que em poucos minutos já estava dura. Regina deita e abre as pernas e convida Fernando pra chupar sua buceta já molhadinha, ele passa a língua na sua grutinha mas insatisfeita ela apertar sua cabeça contra sua buceta, fazendo-o chupar com mais voracidade ainda, Fernando chupa a buceta e lambe o cuzinho da minha esposa, ela gosta mas avisa que não vai dar seu tesourinho, que aquele cuzinho é só meu, e pede ao Fernando para foder sua buceta. Ela estava com muito tesão e grita: Me fode ceralhoooo, mete com força nessa buceta, ele se posiciona entre suas pernas e com aquele pau duro usa como uma vara pra bater em seu grelo, batendo várias vezes que até estalava e ela urrava de prazer, logo ele mete em sua buceta enterrando seu pau de uma vez até atingir seu útero. Depois tira e enfia devagar sentindo cada centímetro da buceta da minha mulher engolindo seu pau, Regina urra, grita e Fernando começa a socar com vontade em sua buceta, levanta suas pernas colocando sobre seus ombros e vai fodendo ela cada vez mais forte, depois tira de dentro e ordena que fique de quatro e enterra tudo até o talo na sua buceta faminta. Regina geme e grita de tesão pedindo mais, mais forte, mete com força, me rasgaaaa. Fernando a segura pelos cabelos e enquanto fode sua buceta da varias palmadas em sua bunda deixando marcas vermelhas da sua mão, ao mesmo tempo que a chama de Gostosa, Minha Puta, Minha Vadia, Minha cadela...deixando ela mais tarada ainda, e socando com muita força, sinto que vou gozar ele avisa; ela manda que ele goze dentro, quer sentir o calor da sua porra inundando sua buceta. Ele segurando ela pelo quadril e puxando de encontro a sua pica a cada socada que dava, anunciou: Vou gozar, Vou gozar!!! Regina pede: Goza meu macho, goza gostoso e enche minha buceta com essa porra gostosa, Fernando geme alto e despeja vários jatos fortes inundando sua buceta, e no mesmo instante Regina chega a mais um orgasmo, começa a tremer de uma forma incontrolável, gritar, e se contorcer, retesar seu corpo se entregando totalmente. A respiração dos dois fica ofegantes, cansados, e com moleza nas pernas tombam ainda grudados com um cão engatado na sua cadela, até relaxarem. Tanto Fernando quanto Regina estavam satisfeitos, depois de mais um banho ele se vestiu e foi embora, mas antes Regina disse que amou aquele caralho gostoso e iria querer repetir a dose, mas Fernando diz que o cuzinho da Regina não saia do seu pensamento e que não via a hora de experimentar aquele cuzinho apertado, que queria comer seu cuzinho da próxima vez, ela safada deu uma risadinha e disse: QUEM SABE!!! Aquele cuzinho que era só meu, assim como ela, acho que vai ter mais um dono. Aquiloque eu mais queria aconteceu vi minha mulher se exibindo e mostrando sua bucetinha, e ela que sempre brigava e dizia que não era puta, me surpreendeu, e mostrou que não perde em nada pra uma puta de verdade, agora estamos ambos felizes, eu corno e realizado, e ela que descobriu como é gostoso ser puta, agora quer dar cada vez mais. Tô adorando.

Caro leitor, se você gostou desse conto, comente e se possível me de seu voto. Agradeço, Beijo.
Conto de Mayara Nascimento 14/04/2016

Foto 1 do Conto erotico: Mostrando a buceta na loja de calçados

Foto 2 do Conto erotico: Mostrando a buceta na loja de calçados

Foto 3 do Conto erotico: Mostrando a buceta na loja de calçados

Foto 4 do Conto erotico: Mostrando a buceta na loja de calçados

Foto 5 do Conto erotico: Mostrando a buceta na loja de calçados


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario miguelita-

miguelita- Comentou em 22/01/2018

Demais muito excitante !!! Escreve mais !! Amo seus contos

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 10/12/2016

Amo exibição! A D O R E I e votei! Betto

foto perfil usuario testo1005

testo1005 Comentou em 03/06/2016

Simplesmente delicioso o conto, já tive um caso igual com minha mulher, só faltou a transa com o vendedor, parabéns pelo conto e parabéns sua mulher e linda e muito tesuda.

foto perfil usuario laureen

laureen Comentou em 26/04/2016

o que dizer adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii bem delicia de enredo, fotos lindas e conto maravilhosooooooooooooooooooo bjus Laureen te amo

foto perfil usuario silverprateadosurfer

silverprateadosurfer Comentou em 22/04/2016

Delicia de conto, adoro esse tipo de situação, e principalmente o olhar de luxuria do vendedor, quando eu abro de leve minha perna exponho a parte interna de minhas coxas, milimetros antes de mostrar a calcinha, eu quase vibro de excitação.

foto perfil usuario silverprateadosurfer

silverprateadosurfer Comentou em 22/04/2016

Delicia de conto, adoro esse tipo de situação, e principalmente o olhar de luxuria do vendedor, quando eu abro de leve minha perna exponho a parte interna de minhas coxas, milimetros antes de mostrar a calcinha, eu quase vibro de excitação.

foto perfil usuario silverprateadosurfer

silverprateadosurfer Comentou em 22/04/2016

voce sempre surpreendente, imaginativa e instigante, adorei o conto, e é verdade, existe uma excitação implicita, será que isso explica a fixação das mulheres por nossos calçados, rsrsrsrs

foto perfil usuario anya

anya Comentou em 22/04/2016

voce sempre surpreendente, imaginativa e instigante, adorei o conto, e é verdade, existe uma excitação implicita, será que isso explica a fixação das mulheres por nossos calçados, rsrsrsrs




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


27876 - Amor de irmãos - Categoria: Incesto - Votos: 61
27921 - Botei chifre e engravidei - Categoria: Traição/Corno - Votos: 119
27961 - papai gosta dela peluda - Categoria: Incesto - Votos: 80
28098 - com uma frase meu filho me comeu - Categoria: Incesto - Votos: 132
28100 - Mamãe deu uma forcinha - Categoria: Incesto - Votos: 77
28102 - O churasco foi so um pretexto Parte 1 - Categoria: Incesto - Votos: 49
28103 - O churasco foi so um pretexto Parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
28227 - cheiro de buceta na calcinha usada - Categoria: Incesto - Votos: 63
28230 - Eu, Marcela e a pica do seu Donato - Categoria: Fetiches - Votos: 59
28231 - Apagando o fogo da sogra - Categoria: Fantasias - Votos: 38
28232 - Irmãns amigas e amantes - Categoria: Incesto - Votos: 44
28392 - botei chifre e engravidei parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 36
28393 - realizando um sonho - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
28394 - Realizando as fantasias deBianca - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
28395 - Realizando nossas fantasias - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
29140 - Manú, uma mulher quase perfeita - Categoria: Travesti - Votos: 46
29141 - Eu comendo o marido da outra - Categoria: Fantasias - Votos: 34
29142 - Papai tirando meu cabacinho - Categoria: Incesto - Votos: 95
29143 - Mudança de planos - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 23
29144 - Desafiando a cunhada - Categoria: Incesto - Votos: 28
30386 - A vez da mamãe - Categoria: Incesto - Votos: 38
30387 - Pagando uma divida com a cunhada - Categoria: Fantasias - Votos: 25
30389 - Eu Gabi, e minhas fantasias - Categoria: Incesto - Votos: 17
30756 - Amor a três - Categoria: Incesto - Votos: 32
30757 - Enfim acordei - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
30759 - Eu comendo Gabi minha filha caçula - Categoria: Incesto - Votos: 59
30760 - O relato de Andre - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
30761 - Pegando papai no flagra - Categoria: Incesto - Votos: 55
30766 - Quando a carne é fraca até o sogro come - Categoria: Traição/Corno - Votos: 43
30767 - Reaprendendo a dirigir - Categoria: Incesto - Votos: 27
30768 - Duas semanas com papai, que delícia - Categoria: Incesto - Votos: 21
31782 - Dri, nossa fonte de prazer - Categoria: Incesto - Votos: 29
31783 - Dri, nossa fonte de prazer "continuação" - Categoria: Incesto - Votos: 27
31784 - Removendo a teia de aranha - Categoria: Incesto - Votos: 26
31785 - Jacira, minha diarista,minha fantasia - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
33868 - Eu quis, e engravidei do meu próprio filho - Categoria: Incesto - Votos: 61
33877 - O prazer de ser corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 27
33878 - Férias em Natal - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
35928 - Vontade +desejo= tentação - Categoria: Incesto - Votos: 22
35930 - Do medo ao prazer parte 1 - Categoria: Incesto - Votos: 27
35931 - Do medo ao prazer parte 2 - Categoria: Incesto - Votos: 13
35933 - Do medo ao prazer - final - Categoria: Incesto - Votos: 14
37418 - Um lobo e tres ovelhinhas - Categoria: Incesto - Votos: 33
37419 - Um lobo e tres ovelhinhas 2 - Categoria: Incesto - Votos: 26
37420 - Um lobo e tres ovelhinhas 3 - Categoria: Incesto - Votos: 26
37422 - Uma rapidinha na volta pra casa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
37423 - Insentivei ela a dar pro jeepeiro - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
37424 - Júlia minha esposa, e o Dr Fernando - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
37462 - Ele gozava so de ouvir eu contar 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 37
37464 - Ele gozava so de ouvir eu contar - 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
37465 - Ele gozava so de ouvir eu contar - 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
37466 - ele gozava so de ouvir eu contar - 4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
37467 - Chifre Santo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
37479 - Ele gozava so de ouvir eu contar 5 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
41738 - Aquele olhar de anjo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
41739 - quebrando tabus - Categoria: Lésbicas - Votos: 20
41740 - A folha e o vento - Categoria: Fantasias - Votos: 10
41741 - Fazendo o dever de casa - Categoria: Incesto - Votos: 45
42850 - Descobrindo o prazer do sexo com meu irmão 2º part - Categoria: Incesto - Votos: 20
42851 - Na calada da Noite - Categoria: Incesto - Votos: 24
42853 - Vestido vermelho e sem calçinha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
42856 - Descobrindo o prazer do sexo com meu irmão 1º part - Categoria: Incesto - Votos: 31
43914 - Era só uma depilação - Categoria: Incesto - Votos: 39
43916 - Eu Joice e Manuela - Categoria: Lésbicas - Votos: 21
43918 - Minha Irmã e Meu Marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 48
43919 - Seu Mario sabia como comer um cuzinho e uma buceta - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
43920 - Mas, e se eu gostar? Você quer mesmo ser corno? - Categoria: Traição/Corno - Votos: 50
46349 - Tesão pelo cunhado - Categoria: Fantasias - Votos: 19
46350 - A babá dos sonhos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
46351 - A curiosidade da sogra foi maior - Categoria: Traição/Corno - Votos: 38
46352 - Quem come tres come quatro - Categoria: Incesto - Votos: 45
46353 - Me exibindo na estrada - Categoria: Exibicionismo - Votos: 37
47834 - Meu filho e eu, aconteceu - Categoria: Incesto - Votos: 82
47835 - NOSSO CASEIRO, MACHO E BEM DOTADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 48
47838 - NOSSO CASEIRO, MACHO E BEM DOTADO 2ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
47839 - TRAI, FUI PERDOADA E GANHEI UM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 49
47841 - Volta pra casa depois da balada - Categoria: Lésbicas - Votos: 18
48959 - Dei pro meu cunhado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
48960 - o proprietário - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
48961 - saiu caro a minha traição - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
48962 - Bastou uma discursão, pra eu saber que era corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
48963 - Fingi que dormia, e ele me comeu - Categoria: Traição/Corno - Votos: 45
48965 - O proibido é mais gostoso - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
50991 - COMO FIZ PRA SEDUZIR MEU FILHO - Categoria: Incesto - Votos: 49
50992 - ESSE MEU CHEIRO DE BUCETA - Categoria: Fetiches - Votos: 16
50994 - LEVEI CHIFRE NO SONHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
50995 - O MEU VOYEUR - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
50996 - OS DOTES DE CÉCILIA - Categoria: Fantasias - Votos: 12
53045 - CHEGUEI EM CASA BÊBADA, MEU PAI NÃO PERDOOU - Categoria: Incesto - Votos: 26
53046 - DEPILANDO MINHA IRMÃ GRÁVIDA - Categoria: Incesto - Votos: 41
53047 - GOZO GOSTOSO NA PICA DO MEU IRMÃO ROLUDO - Categoria: Incesto - Votos: 19
53048 - PAR PERFEITO - Categoria: Incesto - Votos: 8
53049 - FIDELIDADE RELATIVA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
53050 - O PREDADOR E SUA PREZA - Categoria: Incesto - Votos: 7
53051 - VIREI MULHER NA PICA DO MEU PAI !!! - Categoria: Incesto - Votos: 31
54740 - FERIAS NA CASA DOS TIOS - Categoria: Incesto - Votos: 11
54741 - MEU QUARTO VIROU MOTEL, PRO MEU IRMÃO - Categoria: Incesto - Votos: 15
54742 - SER PUTA É UMA DELÍCIA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
54743 - VEM PRA CAMA QUE TE FAÇO UMA MASSAGEM!!! - Categoria: Lésbicas - Votos: 11
54744 - VIREI PUTA DE QUATRO AMIGOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
54748 - AGRADECIMENTO AOS LEITORES - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 8
55935 - BUCETA - Categoria: Fetiches - Votos: 10
55936 - Desejo carne na carne - Categoria: Fetiches - Votos: 9
55937 - DE QUATRO - Categoria: Fetiches - Votos: 14
55938 - EU QUERO - Categoria: Fetiches - Votos: 16
55942 - PERDI A CABEÇA E MINHA FILHA O CABAÇO - Categoria: Incesto - Votos: 56
56299 - " DEIXEI LEVAR E FUI CORNA " - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
56300 - ADORO CHEIRO DE SEXO - Categoria: Fetiches - Votos: 7
56302 - O TOQUE DOS MEUS DEDOS - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 5
56303 - O CHEIRO DA CALCINHA DELA ME DEIXAVA ALUCINADO - Categoria: Incesto - Votos: 17
56304 - UMA EXPERIÊNCIA E TANTO - Categoria: Lésbicas - Votos: 8
56306 - PORQUE MULHERES NÃO FALAM BUCETA? - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 12
56307 - ME PEGA DE JEITO - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 7
56308 - SE O MARIDO QUER!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
57814 - CHEIRANDO PARMESÃO E BACALHAU - Categoria: Fetiches - Votos: 10
57817 - DEPOIMENTO - Categoria: Fetiches - Votos: 4
57818 - "LETÍCIA", O PECADO MORA AO LADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
57819 - MINHAS CALCINHAS - Categoria: Incesto - Votos: 24
61168 - Comendo minha filha e seu namorado - Categoria: Incesto - Votos: 44
61169 - Se o marido quer? (Segunda parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
61172 - Se o marido quer (Terceira parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
61173 - Se o marido quer?(Final) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
61174 - Revelando meu maio fetiche: o cheiro - Categoria: Fetiches - Votos: 15
61947 - CASEI COM A BUCETA CHEIA DE PORRA DO MEU SOGRO! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
61949 - Não resisti aos carinhos e encantos do meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 39
61950 - Um Pedido Inusitado - Categoria: Fetiches - Votos: 13
61952 - Tracei o marido da minha filha (segunda parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
61953 - Tracei o marido da minha filha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
68808 - Segredos de maridos, que as esposas nem desconfiam - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
68853 - Segredos de maridos que as esposas nem desconfiam - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
69640 - Fodendo com o marido da amiga - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
69641 - Meu pai, um macho viril e um amante formidável - Categoria: Incesto - Votos: 18
69642 - As calcinha da minha filha - Categoria: Incesto - Votos: 30
70069 - Laís, um amor de filha. 4 - Categoria: Incesto - Votos: 23
70070 - Laís, um amor de filha. 3 - Categoria: Incesto - Votos: 31
70072 - Laís, um amor de filha 2 - Categoria: Incesto - Votos: 37
70073 - Laís, um amor de filha 1 - Categoria: Incesto - Votos: 53
71021 - De shorts e sem calcinha no Metrô lotado - Categoria: Exibicionismo - Votos: 36
71022 - Nossa mãe também entrou na dança. - Categoria: Incesto - Votos: 25
71023 - Troquei meu noivo pela pica do meu irmão - Categoria: Incesto - Votos: 18
71335 - Flagrei meu marido e minha irmã - Categoria: Traição/Corno - Votos: 45
71336 - Flagrei meu marido e minha irmã 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
71337 - Flagrei meu marido e minha irmã 3ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
71338 - Flagrei meu marido e minha irmã 4ª parte - Categoria: Lésbicas - Votos: 30
72094 - Minha irmã virou minha esposa - Categoria: Incesto - Votos: 31
72096 - Surpreendi minhas duas filhas se beijando - Categoria: Incesto - Votos: 31
72098 - Homem casado também gosta de pica 2ª Parte - Categoria: Gays - Votos: 18
72099 - Homem casado também gosta de pica 1ª Parte - Categoria: Gays - Votos: 31
72777 - Perdi o selinho da buceta com o marido da minha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
72781 - Perdi o selinho da buceta com o marido da minha ir - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
72839 - Perdi o selinho da buceta com o marido da minha ir - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
72883 - Perdi o selinho da buceta- 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
73320 - Incentivei meu marido a comer nossa filha 1ª parte - Categoria: Incesto - Votos: 110
73321 - Incentivei meu marido a comer nossa filha/2ª parte - Categoria: Incesto - Votos: 83
73322 - Incentivei meu marido a comer nossa filha / 3ª par - Categoria: Incesto - Votos: 82
73324 - Lucão, o amigo dotado do meu marido 1ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
73325 - Lucão, o amigo dotado do meu marido 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
74049 - ADORO ANDAR SEM CALCINHA SÓ PRA PROVOCAR - Categoria: Fetiches - Votos: 29
74051 - Môr, sonhei como marido dela!!! 1ªParte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
74052 - Môr, sonhei com o marido dela!!! 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
74054 - Noite de tempestade; meu caseiro se deu bem!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
74055 - Por culpa da crise, meu marido virou corno !!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 73
79574 - Pai tirando o cabacinho da filha. - Categoria: Incesto - Votos: 18
79575 - Meu marido não deu conta - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
79576 - Toda mulher casada tem suas fantasias secretas 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
79577 - Toda mulher casada tem suas fantasias secretas 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
79578 - Toda mulher casada tem suas fantasias secretas-3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
79807 - Pão de buceta - Categoria: Fetiches - Votos: 4
80463 - Irmã, depois que agente come, vicia - Categoria: Incesto - Votos: 16
80465 - Me Dei De Presente De Aniversário Pro Meu Irmão - Categoria: Incesto - Votos: 11
80466 - Janela do prazer - Categoria: Exibicionismo - Votos: 11
80467 - Dei a buceta no busão lotado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
81229 - Encoxada pelo meu filho, não resisti! - Categoria: Incesto - Votos: 45
81231 - Hércules, meu dog alemão 1ªparte - Categoria: Zoofilia - Votos: 20
81232 - Hercules, meu dog alemão 2ª parte - Categoria: Zoofilia - Votos: 10
81233 - Hercules, meu dog alemão 3ª parte - Categoria: Zoofilia - Votos: 17
81234 - Marido compartilhado Conto de Mayara Nascimento F - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
81585 - Virei mulher com a ajuda e cumplicidade do meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 13
81586 - Ver a pica do meu filho, foi a gota d’água - Categoria: Incesto - Votos: 24
81587 - Meu filho levanta sempre de pau duro - Categoria: Incesto - Votos: 21
81591 - Oh!!!!! Que cuzinho gostoso minha mãe... - Categoria: Incesto - Votos: 23
81592 - Laureen, amiga mais que especial - Categoria: Lésbicas - Votos: 15
82164 - Chuva Dourada - Categoria: Fetiches - Votos: 13
82165 - Enfia paizinho... enfia tudo! vaaaaiiiii!!!!! - Categoria: Incesto - Votos: 25
82166 - Filha com desejo, sem pudor algum! - Categoria: Incesto - Votos: 21
82168 - Pegando Soninha, a bela garota do Leblon - Categoria: Lésbicas - Votos: 11
83153 - Na casa de praia com minha amiga e seu marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
83154 - Meu Cuzinho!!! Mais valorizado que a buceta! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
83156 - Espiando minha filha - Categoria: Incesto - Votos: 18
83157 - Flagrada no motel com o melhor amigo dele - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
83159 - Até ontem, eu era uma esposa fiel!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
83160 - Até ontem, eu era uma esposa fiel !!! 2ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
83161 - Até ontem, eu era uma esposa fiel !!! 3ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
84073 - Três gatas no cio, Mayara, Dora e Rute - Categoria: Lésbicas - Votos: 11
84076 - Peguei meu filho de surpresa às duas da manhã - Categoria: Incesto - Votos: 37
84077 - Peguei meu filho de surpresa às duas da manhã II - Categoria: Incesto - Votos: 32
84078 - Amor, hoje eu vi a pica do seu irmão!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
84410 - Entre pai e filha - Categoria: Incesto - Votos: 34
84411 - Entre pai e filha 2. - Categoria: Incesto - Votos: 24
85551 - COMO CHUPAR UMA XOXOTA - Categoria: Fetiches - Votos: 14
85553 - Companheiros de quarto e de cama - Categoria: Gays - Votos: 12
85554 - Eu e minha irmã dividimos a pica do nosso pai. - Categoria: Incesto - Votos: 32
85555 - Fiz acordo com minha irmã pra foder com o marido d - Categoria: Incesto - Votos: 31
85556 - Levei meu filho pra cama... - Categoria: Incesto - Votos: 45
86134 - O cuzinho dela também era peludo e me deixou fasci - Categoria: Incesto - Votos: 11
86137 - Flagrei minha mãe diante do espelho, brincando com - Categoria: Incesto - Votos: 11
86138 - Quem tirou meu cabaço foi meu sogro II - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
86139 - Quem tirou meu cabaço foi meu sogro I - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
86254 - Comi sua buceta peluda e engravidei minha mãe - Categoria: Incesto - Votos: 20
86835 - O filho não deu conta, mas meu sogro me fodeu gost - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
86836 - NO TERRAÇO, PAPAI TIROU MEU CABAÇO - Categoria: Incesto - Votos: 17
86837 - Comi a buceta dela, mas o marido arrombou meu cu - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
90555 - Descobri que meu sogro tinha uma rola enorme - Categoria: Traição/Corno - Votos: 33
90558 - Meu marido faturou o cabacinho da minha irmã caçul - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
90559 - Embaixo dos edredons - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
90560 - Amor, diz pra mim, em quantas bucetas esse pau já - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
90561 - Flagrada pelo meu pai numa siririca deliciosa - Categoria: Incesto - Votos: 40
95058 - Meu irmão pirocudo tirou meu cabaço e rasgou a buceta da mamãe - Categoria: Incesto - Votos: 25
95059 - Meu marido armou pro amigo dele me comer!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
95060 - Meu marido descobriu, mas também se revelou!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
95061 - Comi minha prima casada por causa de uma foto!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
95075 - Meu marido descobriu, mas também serevelou2!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
96366 - Pra elas, as moças do site, e eles. - Categoria: Fantasias - Votos: 6
96398 - Um conto de incesto me deixou obsecada pela minha filha - Categoria: Incesto - Votos: 18
96445 - Sou Marcelo marido da Claudia, e a fêmea do Marcos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
96467 - Esposa de caminhoneiro - Categoria: Incesto - Votos: 34
96543 - O gato do meu chefe queria me comer, e comeu!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
96621 - Dormi bêbada e sem calcinha, meu filho viu minha buceta. - Categoria: Incesto - Votos: 26
96697 - Fernanda, minha filha, a mulher que me satisfaz - Categoria: Incesto - Votos: 14
96974 - Na casa de praia liberei minha buceta pro meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 20
96997 - Liberando meu cuzinho pro meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 15
97043 - Peguei meu filho comendo a bucetinha da própria irmã - Categoria: Incesto - Votos: 45
97082 - Meu filho me pegou nua, quase morri de vergonha, mas depois... - Categoria: Incesto - Votos: 34
97141 - Chegando em casa com creminho na buceta - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
97215 - Vi meu pai chupando a pica de outro homem, na nossa casa, e depois gemendo na rola dele - Categoria: Traição/Corno - Votos: 29
97357 - Preciso comer uma buceta urgente - Categoria: Incesto - Votos: 18
106199 - Cuidando do meu sogro, meti com ele e meu marido nem desconfia. 1ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
106200 - Cuidando do meu sogro, meti com ele e meu marido nem desconfia.2ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 36
106212 - Sozinha com meu pai na chácara, aconteceu!!! - Categoria: Incesto - Votos: 35
106285 - Peguei meu irmão cheirando minha calcinha e batendo uma punheta - Categoria: Incesto - Votos: 33
106512 - Preparando a esposa pra experimentar a rola do nosso amigo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 29
107109 - “Amor, depois que você comer leva ela em casa!!!” - Categoria: Traição/Corno - Votos: 29
108342 - Meti a rola na minha cunhadinha 1ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
108343 - Meti a rola na minha cunhadinha 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
111919 - GOZAMOS GOSTOSO COM ALGUÉM NOS OLHANDO - Categoria: Exibicionismo - Votos: 22
111986 - Me fingi de bêbada só pra dar pro meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 43
112037 - De propósito, deixei meu genro ver minha esposa nua - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
112189 - Fabrício, meu colega negro e roludo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
112347 - Deixei minha sogra me ver pelado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
112424 - Presente de aniversário - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 12
112559 - Minha sogra fodeu meu cu, e me ordenhou feito uma vaca! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
112644 - Meu sogro tem uma rola descomunal - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
112650 - Meu sogro tem uma rola descomunal!!! Continuação - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
112733 - Meu marido não come meu cu. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 49
112783 - Vou dar pro meu cunhado com o aval da minha irmã - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
112848 - Meu cunhado arrombou meu cu - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
113293 - Meu presente de aniversário, sozinho com minha mãe na praia!!! - Categoria: Incesto - Votos: 27
113422 - Meu marido me acordou na melhor parte do sonho - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
113464 - Depois que acordei ela!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
113608 - Minha esposa dando pro o marido da amiga em nossa cama!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
119890 - Cunhadinha Gostosa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
119927 - A primeira vez que mamei uma pica e dei o cu, gostei!!! - Categoria: Gays - Votos: 17
119962 - Duas casadas no cio e loucas de desejo - Categoria: Lésbicas - Votos: 20
120064 - Um conto de incesto me deixou enlouquecida pelo meu filho!!! 1ª Parte - Categoria: Incesto - Votos: 46
120110 - Um conto de incesto me deixou enlouquecida pelo meu filho!!! 2ª Parte - Categoria: Incesto - Votos: 40
120162 - o marido da minha amiga comeu meu cu - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
120272 - Arrumei um amante novinho e gostoso, só depois descobri que ele comia minha filha!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 35
120383 - Arrumei um amante novinho e gostoso, só depois descobri que ele comia minha filha!!! (2ª parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
120496 - Arrumei um amante novinho e gostoso, só depois descobri que ele comia minha filha!!! (3ª parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 33
120555 - Substituindo a Mãe Na Cama - Categoria: Incesto - Votos: 18
120576 - Sou casada... fui encoxada com meu marido do nosso lado...(\'rs) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
120750 - Melzinho da minha buçinha pro meu papai !!! - Categoria: Incesto - Votos: 29
120865 - Fui prostituta de luxo, depois me casei e agora sou corna, e isso me da muito tesão - Categoria: Virgens - Votos: 23
122033 - Fui prostituta de luxo, depois me casei e agora sou corna, e isso me da muito tesão 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
123071 - Fui prostituta de luxo, depois me casei e agora sou corna, e isso me da muito tesão (3ª parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
123292 - Fui prostituta de luxo, depois me casei e agora sou corna, e isso me da muito tesão (4ª parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
123607 - Fui prostituta de luxo, depois me casei e agora sou corna, e isso me da muito tesão (5ª parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
123956 - Ele está te comendo com os olhos!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 27
124071 - Ele está te comendo com os olhos (2) !!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
124232 - Ele está te comendo com os olhos (3) !!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
127137 - A doce “giselebarbosa” - Categoria: Lésbicas - Votos: 7
128065 - Coisa deliciosa é bucetinha de irmã casada!!! - Categoria: Incesto - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil mayara 29
220137

Nome do conto:
Mostrando a buceta na loja de calçados

Codigo do conto:
82167

Categoria:
Exibicionismo

Data da Publicação:
21/04/2016

Quant.de Votos:
16

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


احل نيك طيزه اعلاميه في المكتب.conto aposta pau enormequissercornocontos eróticos virgens fudedo com pausadocarinhos e posicões que travestis adoramContos eroticos o comedor da madrugada do soniferoa novinha n imaginava que pica do venho era grandeporno em familia em quadrinhosconto de não aguento a pica grande do meu avô no meu cu apertado virgemcontos eroticos entiada guloza e dengoza carol ninfetaquadrinhos eróticoscontos empregada do vizinhocontos erotico viadinho do meu irmao marcelo.comcontos eróticos esposa negona ativa com traveco fotossapekas novinhos na puetadoce nanda contos eroticosconto eurotico amigo bumbudo gaycontos eróticos dei o cu ea buceta da cunhadinhacontos namorado da minha sobrinhapagode porno grelo gosadoconto gay vizinho cabaçoasanhada pegou meu Pintocontos eróticos em guadrinhos de lindas coroas ralcomendo a cunhada antes do casamentoContos eroticos de padrinho gay dando a bundacontos - sobrinha tomando leiteFotos arredou minha calcinha e me comeumeu filho me fodeu gostoso com fotosvídeo de sexo de mulher morena muito rabuda e bucetuda agarrando o próprio amigo desconfiando que ele é homem sexualo sogro tarado 4 hentaipornosogrotesaoengravidei a mulher do amigo contos eroticos com fotosporno mae se Engravidar do meu próprio filhocontos novos esposa fodendo com negaogay na dupla penetracao so pica negra gg contoscontos eroticos donzelas cuzudas5 sado contos eroticoscontos eroticos de sub 24/7vestiu shortinho incesto lesbica contosloiros dotadosvideos d insestomais loucoconto me masturbo bastante minha xotacontos a cdf cabacinhoxvideos contos fui enrabadocontos eroticos com cuidadores de idosasporno mae blog de imagenscontos sou putinha do cunhadoquadrinhos eroticos mae gravidacontos porno inversão e chuva dourada contos gays ultimosvonto menininha cu relato garotinha cuescochano na mulheres no show pornContos eroticos mulher com mini poneconto erotico gay garotadaContos beto papakusexo.fudedo.o.cu.da.avo.do.filhotravesti contoirmaogayboquetecorno limpa porra de vários negros roludos na buceta de sua puta na baladagravidas tarada traindo maridoContos eu e meu marido fudemos com varios travesti ela da o cuconto erótico caminhando no parquedei o cu e buceta na infancia que vicieiconto erotico ferias com papaicontos eroticos mamei gostosominha namorada me traio com meu tioContos erotico travest baile funkdesde pequena tomava leite deles contosPorque o homem e viciado a bater punhetafudendo minha sogra hentaicontos erótico sogra bucetuda só de calcinhaxxvideo enviando abraço na buceta Relato mae fode-se com seu filho na praia de nudesCónto erotico meu sogro comeu eu eminha sogra e nos bateucontos de incesto 22017Contos gay pau pequenobaixar hq erótico a ninfeta da pensão 3deixei meu marido e fui fode com filhoconto erótico arib jrmulher transa com 2 homensconto de incesto fodi a mulher crente.macrinhacriamos uma putinha contosfui fragado pela esposa socando um vibrador no rabo contosCadeirante pauzudovirei cadela de treis caxorrosogra velha safada conto eroticchupando o pau fo mototaxita em casa pornô gay real armadocontos eroticos de sogrona minha caza meu amigo comeu o cuzinho da minha mulher comto eroticorelato de primeiro analmundo erotico contosputa do vintão conto eroticofetiche choquinho analcontoerotico negrinhosMe abusa vai contoscontos veridico minha mulher trepando com um caminhoneiro bem dotadodou o cu pro meu cunhado no lugar da maninha contosContoseroticosDando o cu para o filhinhoconto erotico nora grávida no mato