Não aguentei e fudi a minha filha...


Click to Download this video!


Ainda não tinha falado da minha princesa. Joaninha tal como a mãe é uma linda menina que vem crescendo e ficando um mulherão. Desde muito cedo mostrou ser muito safada e desinibida. Nunca teve problemas em ficar nua na nossa frente chegando mesmo a tomar banho comigo. Entretanto cresceu e ficou mais recatada escondendo mais o corpo. Com catorze anos teve o primeiro namorado que lhe tirou logo a virgindade. Joaninha contou para gente tudo em pormenor. Nós como bons pais falamos dos perigos, doenças gravidez e Joana levo-a a uma consulta de aconselhamento familiar onde lhe receitaram a pilula.
A minha menina foi crescendo e o corpo ganhou forma de mulher, e que mulher. Não sei porquê a uma certa altura comecei a sentir tesão por ela. Comecei por ter mais intimidades com ela entrando no quarto dela de surpresa e até na casa de banho. Várias vezes a vi nua e isso me deixava louco. Da parte dela nada mudou, o seu comportamento era normal.
No aniversário de 18 anos joaninha já era uma mulher independente, saía muito á noite e sempre contava para nós as aventuras que tinha com os namorados que se iam sucedendo um atrás de outro. Até contou para a gente quando perdeu a virgindade no cú e quando meteu o piercing no clitóris. Nós preferia-mos assim e compreendia-mos as opções de vida de nossa filha.
Minha vida começou a se uma tortura pois o tesão por ela aumentava a cada dia que passava. Á noite Joaninha vestia roupa de dormir minúscula e transparente e caminhava pela casa. Fudia a mãe a pensar na filha.
Cada vez que saia em serviço com o camião mantinha com ela um contato pela internet. Normalmente entrava no WhatsApp e através de vídeo falava com minha esposa e depois falava um pouco com Joaninha. Fique surpreso quando uma noite ela me chama pelo WhatsApp e estava sozinha no quarto dela. Ligo o vídeo e vejo que ela estava deitada na cama. Vestia uma blusa de alça que realçava as mamas que eram perfeitas como as da mãe. Estava de cuequinha o que deixou surpreso. Começamos por falar banalidades e desabafou que se tinha chateado com o atual namorado.
- Deixa lá minha querida. Bonita como és vais arranjar outro num instante.
- Achas?! Achas que sou bonita?
- Sim minha linda, És bonita e tens um corpinho que podias ser modelo.
-Um, que excitante o meu papá gosta do meu corpo.
Senti um pouco de malícia naquela afirmação e levei a conversa para outro lado. Despedimo-nos e fui dormir a pensar na minha querida filha que me deixava louco de tesão. Bati uma punheta a imaginar que a fudia. Senti um sentimento de culpa mas nada havia a fazer. No dia seguinte foi a mesma coisa, ela ao me ver diz.
- Como vai o pai mais jeitoso do mundo?
- Cheio de saudades tuas e da mãe.
- Mais minhas ou da mãe? – Pergunta ela.
- Das duas mas de maneira diferente.
- Sentes saudades de fazer amor com a mãe? E comigo?
Bem esta menina estava a ficar muito assanhada.
- Sinto saudades dos teus miminhos. – Disse eu.
- Olha eu também. Gostas desta camisa de dormir que comprei?
Levanta-se e mostra. Completamente transparente.
- Isso é para seduzir alguém?
- Talvez, o que achas.
Neste momento eu já nem pensava em nada. Aquele corpo que eu estava a ver através do tecido transparente deixo-me cheio de tesão. Despachei a Joaninha e bati mais uma punheta a imaginar como seria fuder aquela coninha.
Já de regresso a casa o jogo de sedução aumentou. Cheguei á conclusão que o objetivo dela era provocar-me e eu tinha que fazer uma força enorme para me conter.
Outra viagem se aproximou e joana estava de férias da escola. Tudo fez para me acompanhar e eu até gostei da ideia. Assim tinha companhia.
Saímos num dia á tardinha e conduzi durante um tempo com ela no banco do pendura. Falamos, rimos com cumplicidade de pai e filha. Já sem muito assunto para falar Joana pediu-me para lhe contar a minha versão da orgia que a mãe fez comigo e meus amigos.
-Haa?! Como sabes disso?
- Não sou só eu que conto as minhas aventuras a vocês, a mãe também me conta o que se passa com ela.
Fiquei intrigado. Minha esposa conta á filha que é uma puta!
- Não tenho nada a contar se ela já te contou tudo.
Ficamos por ali na conversa e ela passa para a cama que tem o camião. Quando abre a cortina vejo que está vestida com a camisa transparente. Fiquei sem palavras.
-Pai, sei que sentes tesão por mim e eu não sou nenhuma criança. Eu também te quero. Por isso é que vim contigo. Sempre sonhei ser comida no camião onde já fudeste várias putas e a mãe.
Já não tinha argumentos.
- Vou estacionar o camião e falamos melhor.
Faltavam uns Quilómetros para o parque de camiões e ficamos em silêncio até lá. Enquanto não chegava-mos pensei e decidi que ia fuder aquela putinha.
Preferi não falar mais nada e saltei para a cama do camião. Envolvi minha filha num abraço carinhoso e beijei-a na boca. Que sensação boa.
- Amo-te pai. -Disse ela. – Faz de mim tua putinha.
Levantei-lhe a camisa e vi o corpo nu da minha menina ali a palmo de mim. Mordi-lhe os mamilos e ela gemeu de prazer.
-Que linda que és. Tens a certeza que é isto que queres?
Ela não disse nada e começa a despir-me. Tira-me a t-shirt e de seguida as calças. O espaço no camião não é muito, tinha-mos que roçar muito um no outro para nos despir-mos. Joaninha segura o meu caralho e mete-o na boca. A principio era tudo muito estranho. Ela era minha filha.
Aquela boquinha veludosa estava a deixar-me louca, via-se que era experiente.
- Gostas? Sentes tesão por a tua menina?
- sim meu amor, já há muito que me deixas com tesão.
- Então fode-me. Estou cheia de tesão. Faz comigo o que fases com a mãe.
Obedeci. Deitei-a na cama e contemplei aquele corpo jovem. A coninha de minha filha estava completamente depilada com um piercing no clitóris.
- Doeu a por o piercing?
- A princípio estava nervosa e doeu um pouco mas vale a pena. O piercing aumenta o tesão.
Na posição de papá e mamã penetrei-a com suavidade aumentando o ritmo logo de seguida. Abracei-a novamente e beijamo-nos.
- Amo-te papá. És o meu homem faz de mim tua mulher.
Fudemos naquela posição durante um tempo. Ia aumentando e reduzindo a velocidade da penetração. Olhava para a carinha dela e beijava-a de vez em quando. Os beijos eram doces, o hálito também era fresco. Sentia o meu pénis explodir dentro dela. Penetrei, fudi ora rápido ora devagar. Por vezes fazia de propósito para o meu caralho sair de dentro de sua cona e minha filha reclamava. Voltava a introduzir e fudia mais um pouco até que minha princesa se vem.
Venho-me, haaa, estou a virrrrrrrmeeeeeeeee. Fode a tua filhinha fodeeeeeeeeeee.
Joaninha tremeu de tesão e veio-se, que linda cara de prazer ela fez. A minha menina é mesmo linda.
Depois de descansar um pouco ela diz:
- Fode-me o cuzinho.
Coloca-se de quatro e eu não digo que não. O cuzinho dela é bastante apertadinho e como não tinha-mos lubrificante custou um pouco a entrar. Aproveita-mos os sucos vaginais e algum cuspo para fazer a lubrificação. Consegui meter a cabeça e parei. De seguida começo a penetrar devagar até ela se acostumar.
- Ai papá está a doer um bocadinho.
- Queres que pare minha querida.
A resposta veio a seguir quando ela começa os movimentos de vai e vem como que a pedir que a penetre mais e com mais força. Correspondi e fudi aquele cuzinho. Agora a minhas bolas batiam no rabinho de minha filha. Bombei durante um tempo segurando-a pelas mamas até atingirmos o orgasmo em simultâneo.
- Vou me vir, vou encher o teu cuzinho com o meu leitinho. Querias ser a putinha do papá agora toma.
Minha filha também se vem.
- Sim papá enche-me do teu leitinho. Fode a tua putinha. Sim a partir de hoje vou ser a tua putinha. haaaaaaaa, uiiiiiiiii. E vem-se junto comigo.
Depois disso ficamos deitados na cama do camião por um tempo.
- vamos arranjar um hotel para passar-mos a noite.
- Não papá, eu quero ficar aqui contigo. Sempre sonhei passar a noite contigo no camião.
Como a cama do camião é só para uma pessoa dormimos agarradinhos um ao outro. Durante a noite acordei e acariciei o corpinho dela. Fiquei excitado e comecei a choupar-lhe a coninha. Brinquei com o piercing e não tardou nada já minha menina gemia de prazer. Fudemos e viemo-nos outra vez e aí sim, adormece-mos e acordamos já bastante tarde.
De volta a casa nada voltou a ser como antes. Como joaninha não tem segredos com a mão acabou por lhe contar. Minha mulher reagiu mal mas com o tempo acabou por aceitar, não fosse ela uma puta. Agora tenho duas mulheres em casa para me satisfazer mas como passo muito tempo fora elas têm que se safar sozinhas.
Foto 1 do Conto erotico: Não aguentei e fudi a minha filha...

Foto 2 do Conto erotico: Não aguentei e fudi a minha filha...


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario

Comentou em 06/04/2016

As fotos são maravilhosas.

foto perfil usuario

Comentou em 06/04/2016

Adorei e votei. Belo conto.

foto perfil usuario by me

by me Comentou em 02/03/2016

Muito tesão nesse conto.

foto perfil usuario anasonhadora

anasonhadora Comentou em 22/02/2016

Um tema muito controverso. Mas se aconteceu assim foi porque ambos quiseram e como são adultos...

foto perfil usuario mxavier

mxavier Comentou em 22/02/2016

Parabéns! Continua a escrever teus contos....

foto perfil usuario antonygostosinhoh

antonygostosinhoh Comentou em 21/02/2016

nossa kidelica... adoraria esta no lugar dela

foto perfil usuario notório

notório Comentou em 20/02/2016

O incesto entre pai e filha é excitante ao extremo ! Adorei seu conto ! Parabéns ! Se podesse votaria várias vezes !!!

foto perfil usuario laureen

laureen Comentou em 20/02/2016

adpreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii amigo e grata por ler os meus bjois Laureen

foto perfil usuario ijoao

ijoao Comentou em 19/02/2016

nao me importava de me envolver com a filha ;)

foto perfil usuario

Comentou em 19/02/2016

Belo conto. Adoro sempre uma boa história de um pai que come a filha. Pela descrição tua filha deve ser linda. Continua a fuder ela. Faz o que fizes te com a mãe. Uma bela orgia e convida me para participar. Votei




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


78898 - Minha mulher agora é uma puta... - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
79080 - Minha esposa orgia com seis mais um...muita foda - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 21

Ficha do conto

Foto Perfil joaocamionista
joaocamionista

Nome do conto:
Não aguentei e fudi a minha filha...

Codigo do conto:
79198

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
18/02/2016

Quant.de Votos:
31

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


Quadradinho erotico conto 2006contos eroticos porq muitos homens negam sentir vontade de chupar ou ser chupado por outr homemcontos eroticos comendo cu da amiga e da mae delaedinara gostosa peladaZoofilia franco e belinhacontos+casada+traindo+com+estoria+em+gradrinhoconto erotico gay espera a mulher do sai pra da cu pro vizinhoconto erptico comi minha tiabucetuda e e pirocudo contosviciada em porra contocontos de travestis na praia moleúltimos contos eróticos gayvideos engravidei minha tia aforca contos de sexiliga da justiça porno gaycontos eroticos Bezerrinha novinha do meu padrastohomem casado dando cu praguei dapica grandeGoiânia conto entregador gayContos erotico corintiano enteado como empregadaquadrinhos eroticos huge coocksBlog cornoContos eróticos bem safadao com o amigo tímido e virgembuceta primaroludo penetro a casada conto erlticoponheta subrinha gostosa quadrinhos pornoquadrinho filho dotado fudendo a mae rabudacontos eróticos Casada foi na despedida de solteira de amigo e acabou levando rolagosadas inmensa espixadasContos jovem faz anal varios homens e cuzinho fica dilatado e dilaceradocontos eroticos comendo uma carcereiracontos pornor lebian incestuoso com enteadasContos eroticos fodi a bucetinha da minha subrinhacdzinha depravadaLer contos emafrodita conto eróticowww/boceta da minha sobrinha gisele de 35 anos.comFotonovela porno da esposa com o vizinhobucetinha da d8 lro adotafconto erótico favelanovinhas virgens viciadas em transa com cachorros pistoludosConto erótico gay de um irmão que gozou dentro do cuzinho do irmãoconto erotico professoras fazendo orgiasporno contos chantagem a casadasaluno mala novin comeu minha muie que e sua professora contos eroticosajudado pela esposa,cunhado pauzudo fode a sogra,contos e relatos eroticosConto erótico chorando na varaconto minha enteada de dez anos sentou no meu pau sem calcinhacontos primo pintudo engana priminha e amiguinha e come seu cuzinhoContos comi o cu da cuidadorasamba porno zool conto de incestocontos porno viagem com sogracontos veridico travesti bem dotado,fodi o cu e a boceta da minha irmaesposas insatisfechas con negrosconfissoes e relatos swing brasilcontospornor de alagoasIrmas fazendo sexosexo sonambula cai de baca na porasó tesuda na praia de nudismofilhaputacontoconto o macho da minha mulhercontos eroticos quer duas picaprofebranca fotoconto erotico fazia tudoque meu tio mandavaswing quadrinhos eróticosconto porno machuquei meu tentando comer cu delaconto erotico cunhada masturbandodeixei meu filho me comer contoshistória de porno na cantoFotos de pau entradadu na bucetacontos eroticos virei cadelaConto erotico - Estuprei a empregada da minha mãetio tarado aromba a xoxota da sobria de dez anos com forsopai fragor filha chupardo bem gostoso seu namoradoContos eroticos adoro o leite delesrelatos eroticos incentivei meu marido a fuder gostoso nossa filhaconto erotico gay chantagemtrimmed pussy hairbolas loiros peludos gaySafadinha novinha conto eroticocontos de virgindade e tesao ilustrativasespirrei leite no metro conti eroticoComtos namorada fodida pelos amigos do namoradocontos com fotos esposas loba de corno