Fiz anal por 50 mil.


Click to Download this video!


Sou Débora (nome fictício). Nesta vida, passei por altos e baixos. Vivi dez anos com meu marido, Cristóvão, importante executivo de uma multinacional. Neste tempo, minha vida foi de dondoca. Frequentei os melhores salões de beleza, os melhores restaurantes, visitei quase todas as capitais da Europa. Enfim, eu vivia como uma princesa dos contos de fada. Um dia, porém, meu marido me deu o pé a bunda quando conheceu uma norte-americana que veio da matriz dos EUA para fazer auditoria na filial brasileira. Bastou uma semana para os dois pombinhos se arrulharem e baterem as asas para New York. Como meu marido fujão é muito “honesto” e a empresa americana é muito rígida (não aceitando safadeza de seus funcionários e envolvimento com a Justiça), todo o mês o safado depositava vinte mil reais para meu sustento. Isso durou cerca de dois anos. Entretanto, a fonte secou porque Cristóvão perdeu o emprego e a namorada e ficou sozinho e desempregado, fazendo bico nos EUA. Virou entregador de pizza, ganhando uma miséria e fugindo das autoridades que combatem a imigração ilegal. Claro que eu parei de cobrar o que ele me devia. Aliás, a última carta que recebi do filho da puta começava com pedido de perdão e terminava pedindo um depósito de mil dólares na sua conta. Cara de pau. Não respondi e rasguei a carta.
Apavorada com a decadência social, financeira, econômica, moral etc. e cheia de dívidas, criei uma coragem e fui procurar o irmão do meu marido, um advogado de sucesso, que defendeu assassinos famosos e políticos corruptos. Marquei horário e, no dia e hora, subi no 30º andar de um prédio super luxuoso. Fiquei até constrangida ao entrar no escritório do Dr. Irineu, meu cunhado (agora, ex- cunhado, pois eu estava aguardando a sentença do meu divórcio). Uma linda secretária nórdica cumprimentou-me e me levou até a um gabinete enorme, com decoração anglo-saxão. (Tinha até um retrato da rainha da Inglaterra, pois os sócios majoritários eram descendentes de nobres ingleses).
Irineu, meu cunhado, me recebeu com todo o carinho do mundo. Também, eu fui “vestida pra matar”, com a minha melhor e mais cara roupa (bem comportada, mas muito sexy, deixando minhas lindas pernas e parte dos meus seios à mostra). Apesar de decadente, ainda mantinha minha EXCELENTE aparência (1,65m de altura, 60kg bem distribuídos, olhos e cabelos negros e pele clara).
Como todo advogado, Irineu já sabia, de antemão, o que eu queria dele. E nem precisava ser tão ladino para saber que eu precisava só de uma coisa neste mundo: DINHEIRO. Meus pais já tinham morrido. Eu, filha única. Tios, todos pobres e morando distante. Só me restou o Irineu, meu cunhado bonitão e endinheirado, que vestia Armani e Ricardo Amaral e que colecionava carros importados. Solteirão de 40 anos, que vivia cercado de mulheres lindas mulheres-frutas, periguetes e algumas celebridades das novelas. Eu sabia que a minha chance de dar uma pegada naquele macho chique era mínima. E pegar uma grana dele... impossível (é mais fácil tirar dinheiro de político do que de advogado). Mas sempre gostei de desafios. Era minha missão impossível: trepar com o cunhadão e por as mãos no bolso dele.
Irineu avisou-me que ele tinha apenas meia hora para conversar comigo, porque ia atender um vereador. Fiquei travada. Como começar uma conversa e, pior, como dizer que eu queria dinheiro? Para meu espanto, Irineu foi direto ao ponto:
- Débora, eu sei que meu irmão parou de lhe enviar dinheiro dos EUA... aliás, o Cristóvão acabou de me ligar, pedindo mil dólares para pagar dívidas e se alimentar. Tudo indica que ele está na miséria. Coitado. E a situação dele afetou a sua, não é? Você deve estar precisando de grana...
Ao ouvir aquilo tudo, fiquei constrangida. Não sabia o que dizer. E nem precisava dizer nada, pois ele já havia dito tudo. Fiquei na expectativa. Será que ele iria oferecer algum dinheiro pra mim? Ou vai pedir desculpas e me dar um sutil e educado pé na bunda.
- Eu vou lhe dar 50 mil, mas quero que você me dê alguma coisa, pois é dando que se recebe. E aí, você tem alguma coisa para me oferecer?
Eu fiquei petrificada. Não conseguia falar nada. Eu saí de casa com a idéia fixa de dar pra ele. Mas ele queria que eu lhe oferecesse algo por 50 mil reais. Mas o que eu tinha para lhe dar que valesse tanto dinheiro?
A conversa tomou um rumo estranho. Na verdade, ficamos num impasse. Ele falando uma coisa e eu entendendo outra. Ou melhor, não entendendo nada.
- Irineu, o que você quer de mim... pode pedir o que você quiser, porque, na situação em que me encontro, topo qualquer coisa – humilhei-me.
- Débora, meu amor, você tem um corpo maravilhoso; é muito gostosa; eu quero transar com você. E você sempre soube disso. Mas quero algo mais... eu sei que você NUNCA fez anal com meu irmão e nem com ninguém. Pelo que sei, em termos de “ânus”, você é virgem. Por isso, seu cuzinho vale tanto dinheiro.
Fingidamente, chorei (lágrimas de crocodilo). Gentilmente, Irineu me ofereceu finíssimos lenços de papel. Respirei fundo e, ardilosamente, tive a única reação
possível: fiquei calada (pois, quem cala consente).
Irineu me abraçou fraternalmente e falou candidamente no meu ouvido:
- Hoje, às 20:30h vou até ao seu apartamento levar o cheque. Prepare-se, porque vou tirar o cabacinho do seu cu, minha cunhadinha gostosa.
Irineu deu um tapinha carinhoso na minha e, sorrindo, me levou até a porta, despedindo-se com um beijo sensual.
Passei no supermercado e comprei ingredientes para um jantarzinho íntimo. Não me esqueci de um bom vinho. Passei no salão que me atende há anos e pedi uma depilação urgente e um penteado rápido. Fiquei no ponto de ser abatida...
No horário marcado, o porteiro me interfonou e permiti a entrada de Irineu.
Apesar de ter trabalhado o dia todo com aquele terno finíssimo, Irineu estava super perfumado. Lindo. Gostoso. Convidei meu cunhado para jantar. Sorrindo, Irineu colocou seu paletó numa cadeira e foi me fazer companhia na sala de jantar. Tomamos o vinho. Comemos a comidinha gostosa e fomos bater papo na sala.
Conversa vai, conversa vem. Vinho vai, vinho vem. Ficamos à vontade. Irineu me colocou no colo e pediu para eu me despir devagar. Fiz o que ele pediu, ao som de um samba de Alcione (minha cantora preferida). Irineu adorou meu desempenho, minha sensualidade, meu corpinho bem feito, minha lingerie ...
Irineu me agarrou numa pegada firme e, tirando um KY do bolso, me virou, passando a mão na minha bunda e lambuzando meu buraquinho (pobre cuzinho!). Fiquei um pouco decepcionada, pois queria um pouco mais de romantismo. Ora bolas, nem bem começamos e o tarado já queria comer meu cu. Nem um boquetizinho? Nem um papai e mamãe pra esquentar? Nem uns beijinhos?
Quando me dei por mim, estava jogadinha no sofá, com a bunda pra cima, sendo bolinada por Irineu pelado com um pinto bem avantajado. Pode se dizer que é um superdotado, se não for, é quase. E eu ia levar aquela rola enorme no cu. Haja coragem. Mas por 50 mil aquela piroca pode estourar meu cu, meu intestino, meu estômago e sair pela boca... (menos... claro).
A pica começou a invadir meu rabinho virgem e puro (salvo as diárias necessidades orgânicas, chamadas número “dois”).
Coloquei a mão naquele mastro quente e grosso. Senti na mão o que me aguardava. Coloquei a cabeça do pênis bem no alvo. Empurrei a bunda para trás. Nada. Achei que aquela cabeçorra não ia entrar naquele buraquinho tão pequeno. Falta de experiência. Mas Irineu era experiente. E como. Segurou o pinto firmemente e, com a minha ajuda, fez força para a seta encontrar seu alvo. Encontrou. Dei um pulinho e um gritinho (Ui..). Fechei os olhos (duas lágrimas saíram) e uma dorzinha saiu do meu fiofó e percorreu todo meu corpo. Mas como trato é trato e eu não havia recebido nada ainda, tinha que dar para receber aquela grana preta.
Fiquei uns minutos com aquele pinto entalado na portinha (esfíncter), num entra não entra dolorido para mim e extasiante para ele. Entrou. Pouco a pouco, o monstrengo ia invadindo meu rabicó. Para merecer a grana prometida, fiz minha parte, empurrando minha bunda para engolir aquela cobra dura e grossa... e grande, parecia que aquela invasão não tinha fim. Mas teve fim. Senti o saco do Irineu bater forte na minha bunda e boceta. Pronto: toda a pica estava no meu cu.
Aquela dor horrível inicial estava sendo amenizada, graças ao KY e graças ao carinho e dedicação do meu macho, que sabia comer um rabo como ninguém. Enquanto ia ajeitando o pau no meu cuzinho, Irineu fazia uma siririca caprichada na minha xaninha molhadíssima. Estava ficando G O S T O S O... Puxa vida, eu estava para ser paga por um grande sacrifício, mas sendo recompensada para sentir prazer. É isso mesmo? Dar o cu é mesmo prazeiroso? Pois fiquem sabendo que SIM. Após eu me acostumar com o pau no cu, a coisa foi ficando legal. Ah, se eu soubesse que dar o cu era tão legal teria dado há muito tempo... Antes tarde do que nunca. Após aquela penetração tão difícil, comecei a ficar mais à vontade. Relaxei. Deitei nos braços do sofá, com meu macho nas costas, e fiquei dando umas reboladinhas com a rola do rabo. Tirei um pouquinho só e empurrei a bunda. Irineu acompanhou meu movimento, segurando minhas ancas e passando as mãos na minha bunda. Pouco a pouco, Irineu aumentou o movimento de vai e vem e me comeu como gente grande. Aquele pauzão encontrou o caminho da roça e ia até o fundo de minhas entranhas. Agora, sim, estava gostoso. Nunca pensei que a parede do meu reto fosse tão sensual, com nervos erotizados, dando tanto prazer para quem toma no cu. Duvido que haverá cura gay (pensei). O prazer total está aqui, bem aqui, no olho do cu da bunda. Quem experimenta, nunca mais deixa de dar o rabinho. Pensando assim, caprichei no vai e vem, para que aquele homem voltasse a me procurar. E me pagasse o que prometeu, claro. Irineu percebeu que eu estava gostando passou a acelerar mais o vai e vem, tomando cuidado para não desengatar o pau do meu cu. Ia e vinha, batendo minha bunda na sua barriga e me levando à loucura. Assim ficou por um bom tempo. Mas como tudo o que é bom dura pouco, senti o pau do Irineu ficar inchado, inchado e, de repente, um jato quente de esperma inundou meu rabo. Gostoso. Muito gostoso. Fiquei sentido aquele latejar do pau enorme de Irineu e a quenturinha do leitinho dele por um bom tempo, enquanto minha bocetinha molhava a mão do meu macho.
Finalmente, Irineu tirou seu pau mole do meu cuzinho, passando uma pomadinha para curar o estrago que fez nas preguinhas do meu anelzinho tão delicado.
Chegou o momento esperado por mim: o momento do pagamento.
Irineu tomou uma ducha rápida, colocou sua roupa de grife e sentou-se à mesa.
Tirou do bolso um talão de cheques e preencheu um. Olhei e fiquei puta da vida. Ele fez só um cheque e de 10 mil reais! Que mancada! O que fazer? Mais vale um pássaro na mão... Quando ele terminou de preencher o primeiro cheque, para o meu alívio, preencheu um segundo, um terceiro, um quarto e um quinto... todos de 10 mil reais, totalizando 50 mil. Ficou de pé e, entregando-me os cinco cheques, falou: - Débora, vou lhe dar 5 cheques de 10 mil e você deposita todo dia 10 de cada mês. Assim você não gasta tudo de uma vez. Ah, tem mais uma coisa eu vou voltar mais algumas vezes para comer seu rabinho. 50 mil é muito dinheiro para uma trepada só. Aguarde-me na próxima semana.
Adorei quando ele retificou o nosso acordo, pois iria vê-lo mais vezes e, o que era mais importante, ia dar o cu para ele mais vezes...
Levei meu cunhado até a porta e, depois de um beijo apaixonado, nos despedimos:
-Tchau, Irineu. Ligue-me no começo da semana para combinar a visita.
- Tchau, cunhada. Até breve.
Fechei a porta e, sozinha, beijei os cinco cheques, chorando de alegria. Nunca ganhei tanto dinheiro com tanto prazer...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario amoreribamore

amoreribamore Comentou em 13/07/2014

Adorei Éque já passei por situações parecidas como puta por desporto

foto perfil usuario coroamante

coroamante Comentou em 13/07/2014

Seu cuzinho deve ser uma delicia

foto perfil usuario el tarado

el tarado Comentou em 29/11/2013

Debora, belo conto. bem escrito e divertido. Um bom rabinho não tem preço. mas por enquanto só posso te dar elogios e um voto. e mandar beijos claro.

foto perfil usuario abusadinha

abusadinha Comentou em 12/07/2013

Cara escritora, não tenho palavras... Seu conto é sensacional, excelente... Parabéns!!

foto perfil usuario coroa66

coroa66 Comentou em 12/07/2013

querida Dea li seu conto ou relato e achei muito bom .pra apimentar mais no proximo coloque umas fotos, votei

foto perfil usuario

Comentou em 12/07/2013

Acho que não vou mais dar de graça! ehehe

foto perfil usuario eu21

eu21 Comentou em 12/07/2013

Gostei, não tem mau nenhum. É aquele velho ditado: lavou ta novo.

foto perfil usuario negraocasado

negraocasado Comentou em 12/07/2013

gostei e votei! beijos tesao

foto perfil usuario linsar

linsar Comentou em 12/07/2013

Muito bom Parabéns tem meu voto.

foto perfil usuario

Comentou em 12/07/2013

Muito bom e excitante, beijossssss

foto perfil usuario zeningabi

zeningabi Comentou em 12/07/2013

Qjue delicia de conto echeio de detalhes. Ótima literatura.

foto perfil usuario zelador

zelador Comentou em 12/07/2013

Vc é msm uma vadia gostosa pena eu nao ter tanta grana mas tens meu voto .

foto perfil usuario dimaior

dimaior Comentou em 12/07/2013

que delicia de conto gata, adoraria comer o seu cusinho tbm, mas concerteza a buceta junto. Bjos

foto perfil usuario sofa

sofa Comentou em 12/07/2013

adoramos seu conto...muito excitante...

foto perfil usuario ronald43

ronald43 Comentou em 12/07/2013

Delicia de conto! Votado.

foto perfil usuario anita g.

anita g. Comentou em 12/07/2013

Adorei...valeu dar seu rabinho virgem por 50.000 e de brinde recebeu prazer. Parabéns e nos conte como foi as próximas visitas do ex-cunhado. Beijinhos Anita G.

foto perfil usuario da dilva

da dilva Comentou em 12/07/2013

Quero um desses tbm!!!! como faço!!!??? rsrsr adorei o seu conto meus parabéns!!!

foto perfil usuario marujogja

marujogja Comentou em 11/07/2013

Perfeito, muito bem escrito...

foto perfil usuario

Comentou em 11/07/2013

Muito bem relatado, parabéns,voto merecido

foto perfil usuario jgf

jgf Comentou em 11/07/2013

gostei do conto, o que não se faz por dinheiro




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


31539 - Meu médico gostoso - Categoria: Heterosexual - Votos: 28
31540 - Minha primeira experiência lésbica - Categoria: Gays - Votos: 15
35498 - Aventuras com meu amigo traveco - Parte 1 - Categoria: Travesti - Votos: 4
35499 - Aventuras com meu amigo traveco - Parte 2 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
42009 - Não sei viver sem boquete e anal. - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
49083 - Como é bom levar “bolas nas costas” - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
49951 - 7 x 1: currada na madrugada – Parte 1 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 22
49983 - 7 x 1: currada na madrugada – Parte 2 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 15
50049 - Fiz anal por 50 mil – Parte 2 - Categoria: Coroas - Votos: 14
50050 - Fiz anal por 50 mil – Parte 3 - Categoria: Coroas - Votos: 15
55672 - Uma transa acabou com meu luto -Parte 1 - Categoria: Incesto - Votos: 9
55673 - Uma transa acabou com meu luto -Parte 2 - Categoria: Incesto - Votos: 8
55713 - 7x1: Currada na madrugada – Parte 3 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 13
61218 - Meu cunhado safado - Categoria: Incesto - Votos: 18
116812 - Saí da abstinência sexual - Categoria: Heterosexual - Votos: 28

Ficha do conto

Foto Perfil dea
deaguiar38

Nome do conto:
Fiz anal por 50 mil.

Codigo do conto:
32002

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
10/07/2013

Quant.de Votos:
60

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


tesao eroticoPorno conto neta quadrinhoporno rijoVideos porno com genro comendo sogra da buceta grande e grisalhacontos erotico,incesto,entre avos e netos,fotoscontos eroticos de genro fazendo xixi a sogra vewww esposa chupando o pou do marido bambando.com.brconto esposa nua no hotel banhocontos gay meu filhinho bebezinho viadinhocontos eroticos homens que vestem roupas femininasirmao nem exita em foder buceta da irma dormindogenrocontoseroticoscontos heroticos de irmã chantageada pelo e teve q dar pra eleconto erótico filha não sabia o que pai gozou na boca conto erotico sou pai liberal e levei minha filha no ginecologistapacei a vara na minha sogra tarada e gostosatrepdas gentisconto incesto engravidei minha mãe e agora?casa dos contos meu padrasto safadaoHq Ay papi porn picsnegrosbundudosela ddu pra 6 no insesto conto eroticoorgia de viados encubados no barde cueca pegando no cacete contoOs carreteiros gay peludosa mulher maravilha beijando com a mulher cilarnegras bucetas mozver conto erotico sob chofer pirocudoleomar1111 fotosperdi as preguinhas do cu quando era pequenaamigo negro do meu filhoPorno contos incesto papais mamaes iniciando suas bem novinhas no banho na camaconto erotico na igrejacontos eroticos homens de calcinhawalter comeu minha esposafui forçada c eroticoconto porno velho roludocontos eroticos filho comendo a buceta ta maeconto erotico comendo a mulher do pastorcontos de corno acampando"pedrojrrg"contos eróticos botei o pau na buceta de minha filha de sete anossurumba conto eroticocantoerotico belinhaquadradinho porno entregadorpedi meu pai pra gozar dentro da minha buceta, contocontos eroticos dei o cu marido velhaconto fraguei minha cunhada dandocontos eroticos sou casada trai meu marido com o amigo dele consentimento do cornocontos eróticos de cenoura no cuzinhoconto erotico ilustrado cornosbelas picas de homens tipo de cavalolevei no cu pagando um bola gato contos eroticosnovinha deixar sua buceta enchada com um boba e depois e fudidacontos eróticos sobrinha senta no colo do tio e fica exitadaco/tos porno de filhos enfiando o dedo na buceta da mae sem permissaoconto minha filha e eu gostosaencoxada no ônibusquadrinhos de incestosnegros follando anime en españolconto erotico.com furry gayconto erotico entrei no banheiro femininoconto erotico fraguei namorada de amigo com roludoFoto de quadrinho maemae gotoza trazando com o genrocoras d buceta peken foder com poneultimos contos eróticosconto eroticoNovinha deixando o primo loukocontos eróticos rasgando a calcinha da titiacomtos eroticos tomando banho com meu filhoConto eróticos dando o cuzinho pro meu padrinhoconto sobrinha legalconto erotico gay viado afeminado vira escravo do coroa pirocudo contos erotico grinaldaconto ajudando meu paicontos eroticos vovo gays dado cu para cavalosaguenta pauuzao? conto gaysexo conto banda desenhadaas travestestis mas do rabao do bumbum mas linxogozou dentro conto gaydominadoras gostosas contosconto sobrinha legalpai foi viajar conto eroticovidio.de.sexo.com padroto.castigado a entiada com denda dedada no cuturistas conto eróticowww.contos+de+zoofilia+minha+mae+com+meu+cachorro+de+rols+gg.com.brconto erótico com fotos dei a bundinha só pro meu filhovi pai pelado pinto dele e muitograndee ecomeu eucanto eróticos eu quero fude com outrocontos eroticos padrasto e enteadacontos eroticos demenor e tiotodo corno e viado contocontos reais eroticos estourei o cu da filinha do meu vizinhoconto casada com negao no pelo