Danny Cdzinha e o Negão Chamado Gil


Click to Download this video!


Eu estava só em casa e eram quase 1h da madruga, estava carente e com uma vontade louca de sentir um macho me fazendo fêmea. Entrei na NET tentando algo no Bate Papo, mas depois de quase 1h nada.

Resolvi trocar de apelido e entrei na sala de Travestis e Afins com o nick "Passiva_de_CalcinhaSP". As salas estavam uma droga, pois só tinham travestis querendo programa por grana e garotos de programa também querendo dinheiro ou fazendo propaganda.

Quando estava quase desistindo e pensando e gozar sozinha, um cara com o nick GIL me chamou. No começo não dei muita bola, pois achei ser outra trava querendo dinheiro.

Mas o cara disse que adorava um cuzinho de passiva e se esse viesse com uma calcinha, soutien, meias finas e batom, e nem precisa estar depilado. E então disse que era macho e negro. Eu fiquei louca na mesma hora.

Quando ele se descreveu disse para que não esperasse um deus de ébano, pois ele era bem comum apesar de hiper dotado. Gil disse ser negro, ter 1,78m, 92kg forte com barriga, 36 anos, bigode e uma jeba de 21x16 e frisou : - "não é grande, mas é muito grossa". Como eu já sei que essa estória de dotado quase sempre é agá nem liguei. Ainda mais o que as pessoas entendem como ter pau grosso sempre me pareceu estranho.

Marcamos tudo e ele disse que chegaria em 1h no máximo 1h30m. Então fui tomar banho e como ele iria demorar coloquei dois supositórios a base de glicerina e em pouco tempo estaria pronto para o uso. Separei uma calcinha, soutien, meias finas e batom, mas não coloquei. Na verdade queria trepar, mas tinha certeza que era enrolação do cara, pois topou tudo muito rápido, disse que era hiper dotado e ainda por cima iria demorar. Para quem conhece a NET sabe que são indícios claros de mentira, ou seja, levar um bolo.

Já eram quase 3h10m da manhã quando toca o interfone e o porteiro avisa que meu amigo Gil tinha chegado para irmos viajar. Não acreditei pois já estava dormindo. Corri feito um doida para colocar a calcinha, soutien, meias e passar o batom. Deixei tudo escuro, pois é um mico encontrar alguém que você nunca viu na vida desse jeito.

Quando abri a porta me deparo com um cara comum. Realmente era negro, forte para gordo sem ser obeso, mas com barriga, bigode e o que me deixou intrigada com uma farda do exército.

Ele pediu desculpas pela roupa, mas tinha vindo de um evento onde todo o pessoal estava fantasiado de militar. Puxei ele para o quarto, onde tinha deixado uma luz acesa e lá ele me abraçou e me disse no ouvido : - "Quero ver o que essa boquinha linda sabe fazer e se esse bundão maravilhoso aguenta minha trolha, será ?"

Não tive dúvidas, abri sua calça e caí de boca. Quando fiz isso tive a certeza de ele tinha mentido, pois seu pau não era grosso e ainda era pequeno. Mas a medida que eu comecei a chupá-lo ele cresceu tanto que eu mal conseguia engolir a cabeça. Eram realmente 21x16cm de um tora de chocolate.

Mesmo assim ele gemia e se contorcia dizendo que eu chupava como nenhuma mulher havia chupado seu cacete antes.

Sem avisar ele me levanta de uma vez e me coloca de 4 na quina cama, afasta a calcinha e mete a língua no meu cuzinho. Fui ao céu e voltei várias vezes com aquela língua em meu rabo. E mais ainda olhando o contraste de sua força de macho e sua cor negra com a minha cor branca e minha postura submissa de fêmea indefesa.

Ele pediu a camisinha, colocou e passou muito gel. Pensei que seria fácil aguentar aquela nabo, pois tinha feito limpeza com ducha, supositórios de glicerina e ainda havia manipulado alguns brinquedinhos com creme para limpeza.

Além do que eu tenho uma bundinha muito gulosa e que quando excitada fica enxarcada, molhadinha mesmo; Mas ele forçava e nada até que enfiou de uma vez e pensei que iria me rasgar inteira. Então começou a tirar e colocar bem devagarzinho, enquanto eu dava uns gemidos, ele começou a movimentar com mais velocidade e docemente porém com uma voz máscula começou a me chamar de putinha macia, cadelinha manhosa, amorzinho e dizer para eu aproveitar o pau do seu negão.

Quando começou a entrar e sair com mais facilidade, isso depois de quase 20min de bombadas e de muita lágrima escorrida, ele começou a me mudar de posição. Primeiro me colocou no meio da cama de 4 e montou no rabo cavalgando como se eu fosse uma égua. Depois me virou de uma só vez com seu cacete dentro de mim levantou minhas pernas e começou a me enfiar de frango-assado. Quando estava ficando bom me virou de lado e começou a me comer e me abraçando por trás, mexendo nos meus peito por cima do soutien e sussurrando em meu ouvido que eu era sua menina safada.

Nessa altura do campeonato meu cu estava totalmente anestesiado e só sentia prazer. Tanto que comecei a gozar pelo rabo e ele dizia que meu rabinho era uma delícia, apertado, molhadinho e macio. Falava que poucas mulheres davam o rabinho para ele por causa da grossura, mas eu era a mulher maravilha, pois tinha uma cucetinha linda e gulosa.

Depois sentou na cadeira do computador e me fez sentar em seu cacete, mas nessa hora o meu cu não segurava mais nada e acabei melando o pau dele. Quase morri de vergonha nessa hora, afinal odeio isso e me cuido para estar tudo em ordem e isso nunca acontecer.

Mas ele nem ligou, ficou com mais tesão ainda, mandou levantar e pegar o rolo de papel higiênico. Pensei, ele vai se limpar e mandar eu mamar até gozar, mas que nada quando voltei limpou meu rabo e meteu novamente. Quando ficava melado ele limpava e metia outra vez.

Sei que ainda me comeu em pé, de bruços, atravessada, deitou na cama e me faz cavalgar e por fim me colocou novamente de 4 e finalmente após me foder quase 2h seguidas pude sentir seu pau dilatar mais ainda e seus jatos de porra inundarem a camisinha. Ficamos parados um pouco com ele sobre mim e quando o cacete começou a amolecer ele tirou e disse que agora era a vez de sua menina gozar pelo grelinho. Tirou a camisinha e meteu seu pau na minha. Gozei como nunca havia em minha vida.

Gil se foi mais de 5h da manhã e eu tomei banho para ir trabalhar. Fiquei o dia inteiro entre o trabalho e o banheiro, mas a sensação de vazio que ficou durante quase 3 dias inteiros era maravilhosa e a lembrança dele me fazia enlouquecer na hora.

Nós nos encontramos mais umas 8 vezes até que ele apareceu pela última vez para me dizer que iria viajar pois estava sem emprego e não tinha mais onde morar. Essa semana ele me ligou, voltou e quer mais da sua putinha. Assim que eu voltar de viagem e estiver em meu ap em Sampa minha cucetinha sentirá seu pau negro outra vez.

Foto 1 do Conto erotico: Danny Cdzinha e o Negão Chamado Gil

Foto 2 do Conto erotico: Danny Cdzinha e o Negão Chamado Gil

Foto 3 do Conto erotico: Danny Cdzinha e o Negão Chamado Gil

Foto 4 do Conto erotico: Danny Cdzinha e o Negão Chamado Gil


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario drycd

drycd Comentou em 08/10/2017

aiii q delicia de conto adorei ... amo um negaooo tbm mas nunca deiii

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 09/01/2016

Deixa o tel do negão, amiga. Betto

foto perfil usuario homemdacasa

homemdacasa Comentou em 22/06/2013

Nossa adoraria comer o seu cuzinho, gozei muito lendo seu conto

foto perfil usuario paulão 1

paulão 1 Comentou em 16/02/2013

Gostei do seu conto, principalmente essa foto, onde seu cuzinho está todo esporrado, adorei




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


20922 - O Segurança me fez mulher - Categoria: Interrraciais - Votos: 32
20945 - Quatro nativos e uma turista cd putinha - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 31
20954 - Meu Primeiro Taxista - Categoria: Fetiches - Votos: 14
21093 - Danny Cdzinha e o Porteiro Plantonista - Categoria: Fetiches - Votos: 9
21152 - O garoto de programa e eu - Categoria: Fetiches - Votos: 12
22412 - Putinha da Viação Rio - São Paulo" - Categoria: Fetiches - Votos: 11
22414 - A Puta do Baile de Carnaval - Categoria: Fetiches - Votos: 21
24172 - O pincel do pintor - Categoria: Fetiches - Votos: 6
24173 - Rala e Rola no Ônibus com 3 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 16
24176 - O Surfista - 1 - Categoria: Travesti - Votos: 17
27600 - O Surfista - 2 - Categoria: Travesti - Votos: 12
52969 - O Surfista - 3 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 7

Ficha do conto

Foto Perfil dannycdzinhasp
dannycdsp

Nome do conto:
Danny Cdzinha e o Negão Chamado Gil

Codigo do conto:
21092

Categoria:
Interrraciais

Data da Publicação:
16/10/2012

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
4


Online porn video at mobile phone


boy gay passivo querendo rola contoconto erótico de virgem sento estuprada por diretor escolarcontos verídico de faveladas acariciandoconto de ferias de irmaos nucontos eróticos dando pra negros bem dotados"contos eroticos" filha despidaenfermeiro abusou gay contoContos eroticos cheirando calcinhas no banheiro da lojacontosdeanalcontos erótico fingi que dormia e comi minha filhaconto erotico minha amiga de presente pro meu maridoprimeiro menagequadrinhos porno vovo voieurrabudasdeplantaoCONTO REGRAS SEQUESTRDOR SEGUNDA PARTEconto erotico minha esposa me trocou pelo amanteconto erotico sobrinha virgenzinhazoofilia as mais bizarrascontos eróticos Luandaimagenes porno de mujeres tetonas con negros comicContos Eroticos o amante da minha mulher me COMEU JUNTO COM ELAxvdeos o meubarastodei para o principe tesudo porno gaycontos eróticos vovô gayMarcia coroa buceta cu santa cruz do sul rscontos eroticos incesto maravilhosoeu minha esposa e uma puta contoconto erotico crente casada era mulher santa proibida mas na cama fou sedusida virou putanovinhas e seus contosComtos erotico na escolacontos c**** manso obedientecontos erroticos de incertos filha amante pai 2017calcinhas de npvinhas meladimhasconto gay cu cheirosoContos erotico eu e minhas priminhas inocência perdendo a virgindade com un velhocontos de dp com corno e amigosIncentivei meu irmao a usar minhas lingerie conto eroticoputa gravida conto eroticoContos eroticos churrasco em casa pros amigoscasa dos contos eroticos descabaçando meninas de nove anoscontos eroticos eu filha novinha me entreguei pela 1 vez para meu papaiconto erotico gay com o motoboyLingua na buceta contoscontos eroticos de cunhada fudendo com o tiocontoeroticoscontoeroticos namoradocontos eroticos de injeçãocavalo tirando cabaço da egua novinhacache:96w4Biafn4wJ:mozto.ru/fogoma comto erotico levi minha esposa no puteiro e ela acabou fazendo programa piranhacontos flagrei minha esposa traindo numa festaA buceta da esposa para um jovem negro 3 -contos eroticos primasdesliguei a fazer quando um homem vídeo de neguinha fazendo sexo com homem neguinha fazendo sexo com homemsobrinha toda molhadinha ao ver o'tamanho do pêniscontos eroticos casada crentecontoerotico de menina de dez e o mendigoconto erotico ilustrado travesti bem dotado arrombou a buceta da esposa do corno de pau pequenoem cotral a mamae de seu amigo dormindo sem calisinha pornsafadezas no pique esconde conto eroticocontos eroticos cu gay dedo colo 12contos eroticos eu minha mulher e um travest roludovideos porno so irmanzinhas nascendo mamilosFoto picudo fudenos as casadafamilia sacana seu dedinho e grosso papaicontos eroticos peguei minha enteadase masturbandoenrabando minha cunhada gostosacontos gay encoxadoConto Erotico-minha tia Helena(2) moztopodolatria medico contostocando punheta rapidinho porque ta atrasadocontos coroa depravado fode molequeconto eroticoficcao professorconto erotico filha pequena putinhasexo Com um virgem no carrovelhos gordos gays contoscarinhos e posicões que travestis adoramcontos eroticos dona veracontos de mastubacao com amigasconto erotico comi duas lactantesdois negoes transando com uma putacilando a etiada dormindo so de calcinha e gsa na calcinha delaconto erotico achei uma camisinha e uma calcinha na bolsa da esposamilf macia boazudacontos erotico meu pai mim fez de corno familiar 02tranco contosConto erotico arrombei minha tia com forcacontos eroticos esfregamos nossas bucetas