REALIZANDO UM DESEJO DA MINHA ESPOSA


Click to Download this video!


REALIZANDO UM DESEJO DA MINHA ESPOSA
SEMPRE QUERENDO ALGO DIFERENTE NO NOSSO CASAMENTO

Sempre fui um voyeur nato e minha esposa nome falso ILMA sempre foi exibicionista mesmo não assumindo isso, tenho um IRMÃ que mora na zona Oeste, e SEU FILHO que hoje tem 25 na época tinha 18 ele sempre jogava bola comigo e minha esposa ia comigo de vez enquanto... num domingo ela foi e estava muito excitada, antes de chegarmos paramos num posto para abastecer e ela deixou a calcinha aparecendo pela saia com as pernas dobradas, sai do carro e pedi o frentista para lavar o para-brisa e ela se fingindo de distraída mostrando a calcinha para ele o deixou doido enquanto ela lia uma revista fingindo não ver que estava dando um show para o rapaz, logo ela estava louquinha cheia de tesão isso realmente a excitava muito, quando chegamos ao futebol ela sentou no segundo degrau da pequena arquibancada e depois de umas cervas antes de meu time entrar em campo pedi para ela tirar a calcinha e sentar lá de novo que queria ver e ela foi ao vestiário e fez porem acho que dois amigos também repararam que ela estava sem calcinha porque reparei no final do jogo eles se entocando atrás do vestiário feminino quando ela foi ao final do jogo se compor, ela ficou cheia de tesão e depois fomos embora, fizemos um sexo maravilhoso naquele domingo. No fim de semana seguinte tinha um churrasco na casa da minha irma e sempre acabava cedo porque minha irma ia para igreja à tarde por volta das 16hs, fui eu e minha esposa meu filho ficou na avó com os primos dele, sempre rolava muita bebida e neste dia estavam o filho da minha irma e os dois amigos dele lá, aqueles que tinham visto ela sentada sem calcinha, era cedo 9 h da manhã ainda, começamos a acender carvão e beber cerveja, minha esposa é fraca para bebida e antes das 10h já estava meio alta, por volta das 10 h peguei o nootbook para enviar um e-mail e um dos rapazes pediu se podia ver o Orkut dele depois, disse que sim e malandramente deixei a pasta com as fotos dela nua que eu tirava minimizadas, como disse sempre fui doido por mostrar ela, e quando terminei eu estava no quarto do filho da minha irma e ela na sala com minha irma enquanto seu filho e o outro amigo na frente da casa na churrasqueira, deixei o note na cama e disse ao rapaz vai lá depois desliga, fui para os fundos e fiquei olhando pela janela ele olhou o Orkut dele e quando fechou a janela viu uma pasta aberta e clicou em cima acredito que seja natural isso e viu as fotos dela, disfarçou e chamou o amigo para ver também eu estava excitado demais vendo aquilo, quando eles saíram do quarto corri para frente da casa e finge nada ter visto, continuamos bebendo já era quase 11 e começamos a comer churrasco, veio à idéia de jogar baralho o irmao da minha irmao odeia mas minha esposa ama ficamos eu e minha esposa e eles dois contra ate a tarde, rolava muita cerva e ela já estava alta reclamei que estava perdendo e trocamos as duplas deixando ela ao meu lado e eu alisava ela por baixo da mesa sem eles verem ela estava alegre demais e cheia de tesão, as 15h ela já bêbada mesmo minha irma disse que ia pra igreja e perguntou se eu ficaria eu disse sim e ela não se importou dos rapazes ficarem jogando conosco, tinham 19 anos, seu filho foi com ela e eles só voltariam perto das 19 h, eu a alisava as pernas dela doido para ela se soltar, resolvemos para de jogar e assistir o futebol que ela odeia, sentamos na sala e a calcinha dela apareceu com ela bêbada sentada de qualquer jeito e eu fingia não ver nada ela gritava dizendo que queria jogar e tal nós riamos muito e como a sua calcinha aparecia com frequência e eles já haviam notado, disse que ia ao banheiro e depois pegar cerva mas na verdade peguei a cerva e corri para o corredor e vi eles admirando suas pernas e falando sacanagens um mostrando ao outro e ela nem percebendo nada, voltei e ela foi ao banheiro eu fui com ela porque ela estava muito mal, na saída ela queria deitar um pouco levei ela pro quarto filho da minha irma e fiquei beijando ela deixando-a louquinha de tesão eles estavam na sala, alisei a buceta estava molhada demais e ela bebinha me chamando para fuder mas não, fiz de propósito coloquei dedos em sua buceta molhada falei umas sacanagens e a deixei alegando que ia ver o futebol, ela bêbada e contrariada deitou e toda aberta, levantei fui mijar e na volta vi ela quase apagada na cama, levantei a saia dela mostrando o inicio da calcinha e sai pra sala, perguntei se eles marcavam uma hora pra mim enquanto ia à farmácia pegar algo para ressaca e que era longe por sinal, que ela estava "apagada" no quarto e eles falaram que sim que esperavam rsrs, só que não fui dei a volta e fui para os fundos da casa onde via o quarto pela janela cara não passou 5 minutos e eles entraram no quarto sentaram e começaram a conversar com ela completamente bêbada eles brincavam falavam umas sacanagens a sua calcinha exposta e ela nem ai para nada ela reclamava que eu a largara na mão para ver futebol e eles a alisavam na maior ate que ela meio que apagou e eles começaram a alisar sua bucetinha por cima da calcinha e deixaram um seio exposto, ela se remexeu acordou grogue e eles continuaram a papear e passar as mãos nas pernas porem o seio que eles tinham desnudado continuava a mostra, um deles trouxe outra latinha e ela mais uma vez apagou e desta vez eles chegaram a calcinha dela de lado expondo a bucetinha dela raspada eles ficaram loucos e começaram a enfiar os dedos e masturba-la ela gemia e se remexia me chamando e um deles já começou a chupar os seios até que o filho da puta do cachorro começou a latir eles ficaram com medo e foram para sala, olharam e não viram nada ao voltarem ela estava acordada porem super grogue e eles já trouxeram mais latinhas porem de novo o cachorro latiu e ela perguntou por mim eles disseram que fui na rua ela levantou gritando “ele me deixou só” eles riam e ao chegar na sala ela tombou no sofá ficando quase de quatro, eles a levantaram e colocaram ela sentada entre eles porem uma perna dela foi colocada sobre a perna de um e a outra de outro, ou seja estava arreganhada entre eles e eles começaram a beijar seu pescoço e chupar seus seios, as mãos invadiam sua buceta molhada e eu que estava no corredor esta hora já estava me masturbando enquanto ela gemia bêbada sendo chupada e dedada por eles porem já passava das 18 h e com medo de minha irma chegar fui para os fundos pulei para o terreno baldio ao lado e entrei fazendo barulho, ao entrar na sala eles estavam sentados no sofá ela no meio porém comportados e ela ria de tudo, foi só entrar que meu sobrinho me ligou dizendo que ia demorar porque a minha irma queria esperar que teria um casamento lá e ela queria ver, ou seja chegariam tarde, ela reclamava que queria jogar e voltamos ao baralho lógico que ela bêbada mal conseguia e eles não paravam de trazer latinhas sua intimidade estava a mostra pois o vestido toda hora mostrava a calcinha branca de renda, acabou as latinhas e eu sabia que tinha na geladeira do terraço porem disse que ia comprar no bar mais algumas, sai e fiz o mesmo pulei nos fundos pelo terreno e corri para o corredor da lateral onde se via a sala porem eles não estavam voltei para os fundos e os vi no quarto onde ela estava deitada sendo chupada por um na buceta e outro no seios ela ria e gemia estava bêbada demais e eles a bolinavam fazendo ela gemer mais e mais um deles pois a pica em sua boca que era normal no tamanho porem grossa e o outro a penetrou fundo fazendo ela gritar de prazer porem mais uma vez o cachorro danou a latir e ele foram ver o que era, ao voltar ela já estava completamente apagada, eles ficaram passando as mãos nela se perguntando se ela lembraria, coisa que eu sabia que não iria acontecer e resolvi chegar, corri no terraço coloquei meia dúzia numa sacola plástica e fui para o portão de casa, entrei fazendo barulho eles estavam na sala e disseram que ela estava dormindo, comentei como não quer nada que do jeito que ela estava amanhã não lembraria de nada e teria uma senhora dor de cabeça, eles riram e ficamos bebendo até as 21 quando fomos embora porem antes eles me ajudaram a por ela no carro lógico, fui trancar a casa e jogar o lixo deixando ela no carro deitada no banco inclinado e fiz tudo rapidinho, ao voltar fiquei olhando pela fresta do portão por uns cinco minutos e vi eles alisando suas intimidades no carro porem ela estava apagada desta vez, sai e fui embora porem antes convidei eles para irem com suas namoradas, coisa que sabia que não tinham, compromisso serio com ninguém, para passarem um fim de semana conosco na praia e mandei eles chamarem meu sobrinho que também sabia que não poderia ir porque trabalha sábado. Na segunda-feira para variar ela estava com uma super dor de cabeça e como imaginava não se lembrava de nada, pelo menos é o que me disse, porem comecei a desconfiar que ela lembrava ao menos de parte porque na terça-feira comentei que estava chamando os meninos para passarem um fim de semana conosco na praia e ela ficou meio perturbada, inclusive naquela noite fizemos um sexo delicioso, o transcorrer da semana foi normal nada demais porem para minha tática ser perfeita eu tinha que estar sem meu filho, estava tudo combinado para irmos o fim de semana para a praia quando um colega dele de escola o chamou para uma festinha, íamos desmarcar tudo porem ela ligou para minha mãe perguntando se podia levar e ela lógico disse que sim, nisso tive certeza que ela lembrava de algo e tinha gostado só não sabia o quanto ela lembrava, combinamos de ir na sexta-feira de manhã como sou militar é fácil para mim, meu sobrinho ia porque conseguiu uma folga porem na sexta a noite com os amigos, deixamos meu filho na avó e fomos, chegamos arrumamos tudo e almoçamos um peixe delicioso logo após tiramos uma soneca e fomos passear no calçadão, bebemos uma cerveja num quiosque eram 16 hs e após a cerveja ela pediu uma caipirinha, ela é fraca para bebida lembra, ela estava uma delicia com um biquíni branco que sobressaia em sua pele morena com uma saída de praia toda furadinha e só o biquíni em cima, as 17 hs meu sobrinho liga dizendo que estavam lá disse onde estávamos e eles foram ao nosso encontro porem todos sós sem namoradas perguntei como não quer nada e todos disseram que queriam curtir e ficamos bebendo cerveja porem ela que já havia bebido uma caipirinha nos acompanhou na cerveja devagar mas o suficiente para ficar alegre, ficamos nessa até as 20 hs quando eles disseram que iam tomar banho para curtir a noite, fomos para casa e do jeito que ela estava ficou, estava quente demais e resolvemos ficar na piscina ela só de biquíni ficamos bebendo uma latinha enquanto eles se banhavam, um a um foram chegando e nos acompanhando na cerva o ultimo foi meu sobrinho que veio com uma caipirinha na mão isso me deixou intrigado, e como estavam a caráter de praia, sunga short e camisa resolveram tomar banho de piscina conosco e ficamos até as 22 hs brincando na piscina e bebendo o papo estava muito descontraído, eles resolveram descer e nós acompanhamos eles na praia, fomos todos conversamos muito bebemos mais estava cheio a noite do calçadão e quase meia noite como estava muito cansado resolvi ir embora e eles resolveram me acompanhar porem meu sobrinho antes comprou outra caipirinha já era a quarta que ele dava para ela e ela já estava bem alegre, com esta ultima fomos embora e ao entrarmos em casa eles se jogaram na piscina, é a maravilha do verão carioca, fui mijar e quando voltei minha esposa estava no meio deles brincando de jogar água um no outro e com outra latinha na mão, extremamente alegre rsrs, fiquei na beira papeando e ela saiu da água, disse que ia no banheiro e Claudio um dos rapazes disse que ia pegar cerva, fui junto dizendo que ia descansar e como minha casa é estratégica para um voyeur, tem um corredor fino na lateral com menos de um metro que dá visão para todos os cômodos da parte baixa da casa, do outro lado quase 6 metros onde fica a garagem e na frente o lazer com piscina, nos fundos uma área coberta com churrasqueira sofá e mesa, fui com ela na porta do banheiro a beijei e ela olhou para mim e perguntou se queria que ela subisse, eu disse não, pode ficar brincando... ela riu e perguntou “tem certeza?” eu a beijei e disse sim, ela entrou e fui para os fundos, subi, passei pelo Claudio dei boa noite porem ao invés de subir fui para a lateral e como não dava para ver dentro do banheiro fiquei vendo o corredor de acesso e no escuro eu estava protegido completamente, ele ficou enrolando na cozinha com uma lata na mão e quando ouviu a porta abrir disfarçou mexendo na geladeira, ela foi até lá pegar uma latinha e ele deu passagem para ela, quando ela ia pegar ele se aproximou encostando nela dizendo que as de cima estavam mais geladas, pegou uma apertando-a contra a geladeira sarrando-a na cara de pau e lhe entregou ela sorriu e saiu foi a deixa para ele, voltaram e do corredor eu via a piscina de lado e ouvia baixo o que eles falavam mas dava para saber que era só sacanagem e ela ria muito, Bruno o outro amigo foi pegar mais cerveja e voltou eles quase não bebiam mais, davam as latinhas para ela e Claudio deu engove provavelmente pensando em evitar a ressaca dela, brincaram que era a vez dela pegar e ela rindo e falando que não conseguia trazer 4 e Claudio se prontificou a ajudar, foram e Bruno malandramente disse que ia mijar e foi logo depois, ao chegarem na cozinha Claudio a jogou contra a pia e começou a beijar seu pescoço e boca, passava as mãos em todo seu corpo e Bruno chegou agarrando-a por trás fazendo um sanduíche delicioso, ela gemia demais e pedia para parar que meu sobrinho ia ver e tal e eles passavam as mãos enfiavam em seu biquíni, chupavam seus seios, estava uma delicia até que ela se desvencilhou e fugiu rindo em direção a frente da casa, voltaram para a piscina e eu para minha posição, entraram na água e o papo era só sacanagem o que faziam o que deixavam de fazer e tal, ela já bêbada essa hora ria de tudo, quando entrava na piscina todos, inclusive meu sobrinho, ficavam brincando de jogar água, mergulhar isso e aquilo outro, e comecei a desconfiar do meu sobrinho, ela mais uma vez disse que ia no banheiro e meu sobrinho ofereceu uma caipirinha, ela foi e ele foi atrás, porem fez um gesto para os amigos, desconfiei e fui para minha posição em que via a cozinha e quando ela saiu ele estava com a caipirinha quase pronta, ele a chamou e logo que entregou e que ela deu o primeiro gole ele a agarrou chamando ela de gostosa e tal, ela tentou se desvencilhar mas em vão, ele passava as mãos nela, beijava, tive certeza, eles haviam contado para meu sobrinho, ficaram uns 3 minutos nisso até que ela correu e subiu para o quarto, ele foi para a frente e ela ao entrar no quarto não me viu, olhou para trás e me viu chegando, quando ia abrir a boca comecei a beijar ela e alisar seu corpo, ela gemia e resmungava onde eu estava e eu disse que estava escondido vendo tudo, ela gemia me chamava de louco maluco e coisas assim me empurrou e disse, você estava escondido né, agora se esconde de novo que vou voltar você quer ser corno vai ser mas teu sobrinho não pode saber que você sabe, a beijei e disse tudo bem, ela cambaleando enfiou mais o biquíni e desceu rindo e voltou para a piscina. Ela me perguntou outra vez se eu tinha certeza eu a beijei e desci, ela desceu comigo viu a caipirinha que meu primo havia feito na pia, pegou e disse você não vai reclamar depois, mais uma vez a beijei e fui para o corredor do quintal, ela ainda ficou mais um pouco na cozinha acho que criando coragem o papo na piscina era ela, que ela era gostosa isso e aquilo e quando eles a viram saindo pela sala, nossa foi uma alegria geral, ela cambaleava e Bruno foi o primeiro e chegar nela, ela ria muito e perguntaram o porquê dela voltar e ela disse, meu maridinho está dormindo e estou com calor, e se jogou na piscina, todos a acompanharam, ela foi a beira e pegou a caipirinha bebeu num gole e Carlos a encostou contra a beira da piscina a abraçando e começou a beijar seu pescoço, ela ria e mandava ele parar mas não saia e ele desnudou um dos seus seios e apertava na frente de todos, ela virou-se para ele e começaram a se beijar, meu sobrinho e Bruno ficaram ao lado e pelo movimento de seus braços percebi que estavam alisando ela toda, eles a tiraram da água e a levaram para os fundos onde havia um sofá, Carlos a beijava e sentou no sofá colocando ela por cima dele, ela estava em posição de cavalgar com as pernas abertas em cima dele beijando-o enquanto os outros dois a alisavam e beijavam seu pescoço, seu biquíni foi retirado a deixando só com a calcinha, eles a deitaram no sofá e começaram um rodízio delicioso, um chupava a bucetinha raspada da minha esposa enquanto outro os seios e o terceiro lhe dava a rola para chupar, trocaram de posição varias vezes ate que meu sobrinho penetrou forte em sua buceta fazendo ela gemer alto e delirar de tesão, ela gozava feito louca e Carlos assumiu seu lugar logo em seguida Bruno, eles trocavam de posição toda hora ela só gemia e delirava gozava muito estava uma loucura até que em dado momento Carlos encheu sua boca e rosto de porra quente, foi uma cena linda Bruno que estava bombando sua buceta não resistiu e encheu seu útero fazendo ela quase desmaiar num êxtase extraordinário, para finalizar meu sobrinho gozou nos seus seios, ela se contorcia de prazer Carlos a levantou colocando ela de quatro e começou a meter de novo eles a chamavam de cachorra vadia davam tapam na bunda e no rosto ele puxava ela pelos cabelos enquanto metia forte e eles a alisavam ele gozou de novo dentro dela fazendo ela gemer muito e delirar noutro gozo fenomenal, Carlos caiu exausto no sofá e ela saiu, nada disse só deixou eles e subiu eles ficaram conversando sobre como ela é um fodão e o que fariam agora e tal e o fdp do meu sobrinho disse, “não sei vocês mas eu vou comer essa vadia gostosa o fim de semana todo e o resto da vida basta meu tio não saber” eles riram e concordaram, subi e ao entrar no quarto a cena foi linda, ela estava toda gozada deitada na cama se tocando e gemendo não pensei duas vezes meti forte nela tampando sua boca para eles não ouvirem e gozamos juntos como a tempos não gozávamos, dormimos exaustos, acordei no sábado cedo estavam todos dormindo, arrumei algumas coisas e tal, na parte de cima haviam 3 quartos e eles estavam em um que dava para a frente da casa nós em outro que dava para os fundos e havia um no meio fechado que era do meu filho, por volta da 11 hs subi e vi ela acordando, a beijei gostoso ela estava tensa e quando a beijei ela relaxou estava achando que eu ia me arrepender sei lá, escutamos eles acordarem e descerem perguntei se ela havia gostado ela riu e disse como não gostar mas não lembro de quase nada, tomamos banho e ela ia se vestir disse não, põe só a camisola sem calcinha que vou descer e dizer que vou no mercado e volto em meia hora, se eles perguntarem por você direi que está dormindo, ela fez e deitou, estava mesmo com ressaca porem cheia de tesão, desci dei bom dia e tal eles disfarçavam muito bem disse que ia no mercado e voltava em meia hora e eles perguntaram por ela no que disse que estava dormindo e eles normal como se nada estivesse acontecendo, a seguir foi ela que me contou porque não havia como eu ver, ILMA estava deitada na cama já tinha me tocado um pouco depois que você desceu estava encharcada de tesão quando ouvi o barulho nas escadas fingi que dormia, eles entraram no quarto ficaram um minuto me olhando e sentaram na cama, começaram a alisar meu corpo e subiram minha camisola, fingi acordar e eles começaram a me beijar e chupar, comecei a pedir para pararem e Carlos me disse, não, você agora é nossa puta, tentei levantar e me jogaram na cama, quando fui resmungar seu sobrinho me deu uma tapa delicioso no rosto e me beijou, Bruno começou a me chupar a virilha e Carlos caiu nos meus seios, estava delicioso e comecei a pedir me fode me fode porem eles não meteram em mim, me mandaram ficar sentada e chupar os três hora um hora outro, teve hora que tentaram colocar os três ao mesmo tempo, me chamavam de cachorra puta e eu estava adorando, pedia para eles meterem e ele me martirizavam com chupadas e dedos mas não metiam em mim até que os três gozaram no meu rosto, estava como uma verdadeira puta desvairada chupando suas rolas meladas de porra meio moles sendo xingada e estapeada por eles, um deles mandou eu mostrar meus biquínis, não deixaram eu me limpar e ao mostrar eles escolheram o rosa que é bem pequeno e estou usando, mandaram eu por ele e uma mini saia jeans disseram que hoje e amanhã eu iria me vestir como eles mandassem, ouvimos barulho era você chegando, eles saíram e eu entrei no banheiro”, EU - quando chequei eles estavam na cozinha papeamos e o impressionante é que eles agiam como se nada estivesse acontecendo, perguntei se ILMA havia acordado e os cara de pau disseram não saber, subi encontrei minha esposa agora putinha deles tomando um banho delicioso, meti forte nela fazendo-a gozar como louca e em seguida ela me contou tudo que ocorrera, nos beijamos e ela me perguntou se a amava e a beijei de novo dizendo que sim, perguntei se ela queria continuar e ela ficou muda a beijei e fiz a pergunta de forma diferente, “minha puta quer continuar sendo putinha deles neste fim de semana”, ela riu e perguntou posso?, a beijei e disse pode! ficamos nos beijando mais um pouco. Depois do banho fiquei vendo ela se vestir, pôs o biquíni que eles mandaram e a saia, descemos e eles estavam na piscina, decidimos ir para a praia e fomos os cinco chegamos ao calçadão passeamos e decidimos alugar um barco para passear pelas ilhas, como tenho habilitação marítima e conheço todos lá por ter esta casa a muitos anos pude alugar um barco sem marinheiro, o barco era simples porem bonito dois andares a cabine em cima e abaixo uma área com bancos e na frente um espaço aberto, ela se deitou lá e ficou se bronzeando e nós quatro bebendo e trocando assuntos diversos, já era quase 14 hs resolvemos parar numa ilha pequena e linda, estava quase vazia a praia tinha uns 200 metros de areia a no máximo 20 pessoas estavam lá, paramos o barco e fomos nadando até a beira arrumamos as coisas cangas e tal e voltei para pegar o isopor com Carlos, do barco pude notar que meu sobrinho e Bruno a beijavam na areia mas como estava longe o suficiente para fingir não ver assim fiz, pegamos o isopor e voltamos ficamos brincando conversando realmente eles eram simpáticos demais e o mar lá era calmo com poucas ondas, toda hora íamos na água porem para esquentar um pouco a coisa disse que ia cochilar, nós estávamos embaixo de uma amendoeira na areia linda por sinal e fazia uma sombra maravilhosa, deitei e como estava de óculos escuros era fácil fingir, eles foram para água estavam com água na altura dos ombros dela e acima um pouco da barriga deles, eu via que era uma sacanagem só, após alguns minutos voltaram e ILMA me disse “amor tem uma trilha que leva numa ilhota vamos” lógico que ela havia piscado para mim e disse que não, que ia ficar, eles mal disfarçaram a alegria e foram, como realmente tinha que ficar e olhar as coisas a partir foi ela quem contou, ILMA - “saímos andando em direção a trilha e mal entramos nela já me agarraram, me beijavam em rodízio alisando meu corpo e tocando meu sexo, andávamos e paravam para outro amasso estava delicioso aqueles três jovens me agarrando até que chegamos num local lindo, algumas pedras e um pedaço de areia de 10 metros só, e uma vista linda, forramos a canga e começaram a me chupar, Carlos me colocou de quatro e puxando meu cabelo meteu forte me levando ao delírio enquanto era xingada de puta cachorra vadia estava adorando, eles revezavam na minha buceta e os que ficavam a frente me davam tapas e rolas para chupar, fomos na água e voltamos os três me comeram me fazendo ter dois orgasmos maravilhosos, ficamos assim meia hora e resolvemos voltar, disseram que quando eu chegasse em casa eles iriam escolher a roupa da puta deles para usar a noite, a sensação de ser puta estava me deixando louca e não consegui dizer não amor, quando estávamos quase chegando me agarraram de novo e comeram mais uma vez minha buceta, um a um encheu ela de porra e depois colocaram meu biquíni para ela não escorrer, me mandaram vir até você e ficar com a porra deles dentro de mim estou aqui me segurando para não gemer” EU - nossa quando ela disse que estava com a porra de três jovens dentro dela escorrendo pelas pernas tive que me segurar para não gozar, eles estavam na água e decidimos ir embora chegamos no calçadão já era quase 18 hs comemos um peixe fomos embora, quando subimos ela me mandou entrar no armário, ligou o chuveiro e fiquei escondido quieto, fechou a porta da nossa suíte para dar a entender que eu estava no banho, chamou eles nossa que cena deliciosa eles entraram no quarto a agarrando beijando e falando baixinho com ela e mandaram ela abrir a bolsa de roupas dela, escolheram uma calcinha preta de renda uma saia branca curta e solta e um top, escolheram também uma camisola branca para quando eles chegassem e saíram, sai do armário e fudemos gostoso no chuveiro e ela vestiu-se como eles mandaram, descemos e em pouco todos já estavam prontos a ultima foi ela, divina uma saia curta que mostrava suas pernas torneadas um top sem soutien, meu sobrinho disse que tinha um pagode coisa que eu odeio, mas fomos até porque ILMA adora, estava cheio e quente lá dentro e como não danço fiquei o tempo todo praticamente na mesa e eles revezavam as danças com ela, cada vez que ela girava sua calcinha aparecia era uma delicia e vários homens a notavam mas como sempre tinha alguém com ela ninguém se metia a besta, ela quase não estava bebendo porem eu na minha ansiedade e tesão não parava de beber, ficamos até meia noite eu estava muito bêbado a partir de então ela me contou no dia seguinte porque acabei apagando mesmo, ILMA - “fomos embora porque você estava muito mal porém como estávamos a pé um amigo do Carlos nos ofereceu uma corona, não cabia todos no carro porque ele estava com um amigo então foram você no banco da frente seu primo e o amigo do motorista atrás e este tal dirigindo, Carlos, Bruno e eu fomos andando e namorando estava uma delicia parávamos nas arvores e ruas escuras parecíamos adolescentes, cheguei a chupar eles na rua e imaginávamos do seu sobrinho estar puto porque estaria nos esperando sozinho e a gente demorando, quando chegamos lá ele estava bebendo, como os dois já haviam lhe colocado na cama, subi para te ver e deitei esperando os amigos dele irem embora, passados alguns minutos Carlos entrou e começou a me beijar, perguntei se já tinham ido e ele nada respondeu só deu a entender que sim descemos e Bruno também veio me beijar seu sobrinho estava sentado no sofá apreciando a cena ficaram me sanduichando uns minutos e mandaram eu dançar e fazer um strip para eles, comecei a rebolar e dançar sensualmente com a camisola branca quase transparente e a calcinha preta e me despir devagar estava super excitada quando estava só de calcinha eles começaram a me beijar e chupar nossa gozei com eles me chupando toda, Bruno foi o primeiro a me penetrar forte me fazendo delirar de tesão me colocou de quatro e puxava meus cabelos e dava vários tapas na minha bunda estava uma delicia aquele rodízio, igual das outras vezes, um saia o outro entrava e eu gozava, ate que certo momento estava chupando seu sobrinho e sendo comida pelo Carlos, ele saiu e senti algo diferente alguém me penetrou usando camisinha e como não usei com eles em momento nenhum estranhei, tentei olhar mas seu sobrinho não deixou, eram os dois amigos do Carlos, tentei correr mas levei um tapa na bunda e um fique cachorra que me tirou qualquer reação continuei chupando seu sobrinho enquanto o rapaz metia muito forte gozei feito louca e logo entrou o outro que era muito grosso, começaram a derramar óleo lubrificante na minha bundinha amor pedi que não mas não conseguia forças porque não parava de gozar, Carlos me puxou sobre seu corpo me fazendo cavalgar e me puxou contra seu corpo e seu sobrinho começou a colocar um dedo depois dois, tentava pedir para ele parar mas tinha a pica do amigo dele que era muito grossa na boca, não conseguia pensar nem falar, ele começou a meter na minha bundinha estava apertado e doía ao entrar, mas Carlos não parava de meter em mim e meu tesão falava mais alto ate que seu sob. meteu tudo me fazendo ir a lua e voltar, foi uma sensação de dor e prazer que acho que desmaiei por alguns segundos, ficaram assim um tempo até que seu sob.deitou e me jogaram sobre ele, Carlos veio e meteu também porem ele gozou na minha bundinha me levando a loucura, quando ele saiu veio Bruno eu já tinha perdido as contas dos orgasmos que tinha tido, até que ao sair o tal amigo veio, ele era muito grosso e foi colocando devagar, nossa eu fiquei doida o prazer era intenso mas a dor também, gozei feito louca até que eles me deitaram e me deram um banho de porra perguntando se eu gostava e tal me chamavam de cachorra gostosa vadia e eu adorava cada palavra amor, eu estava deitada cheia de porra no rosto seios buceta e bunda, seu sob. tirou várias fotos e disse que era recordação dele e que eu sempre serei a cachorra dele, e que enquanto eu continuasse a ser ninguém nunca veria as fotos, seus amigos foram embora e eles me deram um banho, eu estava sem forças e depois que me deitaram ao seu lado já devia ser quase 4 hs meteram em mim e encheram minha buceta de porra, apaguei e estou agora lhe contando isso com a porra deles dentro de mim ainda. Quando acordei e ouvi a narração mesmo com dor de cabeça não resisti e meti nela de novo, sua buceta estava vermelha e inchada e ela ainda continuou dizendo que eles já haviam ido lá e acordado ela as 9 hs, tinham feito ela chupar suas rolas até gozarem e já tinham escolhido suas roupas, eram 10 hs e era o ultimo dia lá, ela me mandou ficar na cama e foi tomar banho, voltou usando um biquíni fio dental branco sem forro que com certeza ao molhar iria ficar transparente, pois uma calcinha transparente também foi na cama uma mini saia soltinha e top, perguntei o que era já que nunca tinha visto nem a calcinha e nem o biquíni e ela disse, “você quem queria me fazer puta, fez amor, esta roupa e biquíni foram eles que compraram”, me perguntou se podia arrumar um jeito de deixá-la só, eu ri e disse que claro, ela disse que me amava muito, disse que ia descer e que era para eu descer uns minutos depois, assim fiz e ela foi, tomei um banho estavam todos na piscina porem desci de bermuda e tênis, eles estranharam e disse eu tinha que ir para resolver um problema na empresa, todos reclamaram que o sol estava lindo até ela, de tanto reclamarem perguntei porque não ficam, posso te buscar na terça-feira disse a ILMA, meu sobr. disse que trabalhava segunda-feira mas iria de ônibus direto junto com os amigos a noite apesar que ambos só estudavam, assim ficou e ILMA ficaria só segunda e terça-feira lógico que eu ia buscá-la a noite sem eles saberem porem a tarde ela me ligou mandando eu ir somente na quarta-feira rsrs, arrumei algumas coisas e eles foram para praia sozinhos só que era para disfarçar segundo ILMA, a partir foi ela quem contou na quarta-feira quando ela estava em condições rsrs, ILMA – “amor mal você saiu eles voltaram estavam próximos de casa, como estava só eles já chegaram me agarrando e tal foi uma loucura te chamavam de louco corno e coisas do gênero, bebemos umas latinhas e fomos para a praia, eu estava com o biquíni fio que eles me deram e canga, quando chegamos ao quiosque eles me mandaram não mais usar a canga e toda hora eu ia buscar cerveja para eles e eles curtiam os homens me olhando com desejo, após certo tempo fomos passear e ao entrar na água o biquíni ficou transparente, qualquer um que olhasse via minha bucetinha por baixo, eles me mandaram passar próximo a um jogo de futebol de praia, eram mais de 10 homens me comendo com os olhos e mexendo comigo, uma loucura, estava cheia de tesão, fomos para água e os três me comeram algumas vezes na água, uma delicia fazer sexo no mar, após um tempo já havíamos almoçado e os amigos do Carlos chegaram eles se chamam Pedro e Henrique, são simpáticos e divertidos o papo fluía bom e eles também me comeram na água ao mesmo tempo, era sempre coisa rápida que dava muito tesão mas não chegávamos a gozar, por voltar das 16 hs fomos para casa tomamos uma ducha para tirar a areia no quintal e entramos na piscina, pensei que eles iam embora mas seu sob. disse que iria faltar segunda e terça-feira pois tinha horas e os outros dois iriam faltar a faculdade, foi quando te liguei para me pegar somente na quarta-feira, todos estavam me alisando toda e fomos para a sala onde fizemos um sexo delicioso ate as 19 hs, nossa amor me comeram de todas as formas Pedro arrombou minha bundinha com seu pênis grosso gozei várias vezes com eles e como sempre seu sob. Carlos e Bruno gozaram em mim enchendo minha buceta de porra quente, ela nunca levou tanto leite como neste fim de semana e Pedro e Henrique gozaram na minha boca, fui tomar um banho e cochilei até as 22 hs quando me chamaram para descer de novo, vesti uma mini saia branca com o fio dental que eles me deram e um top, estava como uma puta cercada de cinco homens jovens e famintos foi uma loucura dançamos bebemos ora dançava com um ora com outro tinha momentos que dançava com dois ao mesmo tempo me ensanduichando e beijando na frente de todos, estava feito louca, cada dança ou giro que eu fazia minha calcinha aparecia para todos verem, fomos embora e mais uma vez a noite fizemos sexo porem Pedro e Henrique ficaram com umas meninas, os três me comeram de novo em todas as posições possíveis meteram em todos os meus buracos Bruno no final quis encher minha boca e me fez chupar ate estar limpo já seu sob. e Carlos estavam viciados em gozar na minha buceta eles adoraram isso, dormimos os quatro nus na cama e a noite ainda dei para um deles que nem sei quem foi, na segunda acordei quase meio dia e tinha café pronto nossa que delicia, comemos e fomos para a praia vazia bebemos papeamos muito fizemos muitas sacanagens até que a noite chegou fizemos um sexo gostoso e normal me comeram gozei eles gozaram estávamos todos exaustos mesmo, dormimos cedo, na terça acordei e tinha um bilhete ao lado de uma roupa, se veste e se prepara que hoje será nossa despedida, me banhei e comecei a me vestir, uma saia preta curta, cinta liga preta, calcinha rosa quase transparente e soutien igual, um tomara que caia e só, me vesti e quando era 10 hs eles chegaram com carne e cerveja, disseram que era para comemorar a despedida e tal e começamos a beber e assar a carne, passavam as mãos em mim me mandavam chupar mas não metiam e não deixavam eu gozar, estava totalmente melada naquela roupa quando chegaram Pedro e Henrique, foi a mesma coisa uma sacanagem só, mãos dedos em meus buracos, chupar um aqui outra lá mas nenhum deles metia em mim, mesmo quando eu suplicava por rola, ate que quase 14 horas eu já alta de cerveja começaram a me fazer beber caipirinhas, bebi duas estava bebinha, já me levaram para a sala e me deitaram na mesa de centro, um me chupava por cima da calcinha outros nos seios e chupava outros dois até que me vendaram os olhos, bebi algo que parecia vodca pura com limão estava grogue e de olhos vendados e me deitaram de novo, começaram a me chupar a buceta colocando a calcinha de lado, os seios junto, nossa que delicia gozei na boca de um e comecei a chupar também um pau grosso que imaginei ser do Pedro, estavam me chupando a buceta já sem calcinha e os seios um em cada, tinha duas picas duras batendo na minha cara me xingando e eu gozando quando senti mais duas mãos os safados tinham chamado mais dois amigos e estavam filmando tudo, seu primo ia guardar as imagens segundo ele se eu parar de dar para ele vai me obrigar, como se precisasse afinal foi você quem fez isso, tiraram minha venda quando um deles já me comia deliciosamente a buceta estava gozando e não tinha como resmungar ou reclamar, um saiu e outro entrou até que os sete meteram nela, sentei no Pedro que era grosso demais e eles começaram a revezar na minha bundinha nossa cada um que entrava e saia era um massacre eu não parava de gozar estava delicioso demais já não sentia tanta dor e eles derramavam litros de óleo em mim, os três gozaram na minha bundinha e brincavam com a porra escorrendo e fotografavam, os amigos gozaram na boca e nos seios me deixando totalmente gozada, me fizeram tomar banho e voltar, mal passava das 17 hs ora chupava um ora outro isso nua porque eles assim mandaram eu ficar, eram sete jovens de no máximo 20 anos me devorando toda, minha bucetinha ardia de dor e tesão, seu sob. tirou fotos em que eu era fodida por um a buceta, um na bundinha e olhando para a câmera com outra rola na boca, já a noite fizemos outro rodízio onde todos, até os que eu não conhecia gozaram na minha buceta enchendo ela de porra e no rosto, três deles conseguiram gozar duas vezes coisa de jovem né amor, dormi toda melada cheia de porra na buceta bunda rosto e seios, mesmo porque certa hora apaguei e quando acordei não conseguia forças para me levantar, eles vieram falaram comigo que estava próximo a hora de você chegar e tinham que ir, me despedi deles com beijos e chupadas em suas pirocas e ainda gozaram na minha boca de manhã agora a pouco, disse que ia me lavar para quando você chegasse mas não tive forças e fiquei assim até você chegar, seu sob. me mostrou varias fotos disse que ia me dar uma semana de descanso e que semana que vem ia nos visitar” EU – quando cheguei na quarta-feira de manhã a cena foi esta, ela estava deitada na cama sem forças cheia de porra em todo seu corpo, boca e rosto era porra fresca, barriga buceta seios e rosto tinha porra seca, uma cena única aquela pele morena queimada de sol cheia de porra, sua buceta estava vermelha e inchada sua bundinha quase virgem vermelha também, ela não tinha forças para nada, mas por mim metia nela ali mesmo, a banhei arrumei as coisas e fomos embora e a noite ela me contou tudo, posteriormente meu sob. veio nos visitar 10 dias depois num sábado porem isso eu conto depois.

Autor: realizei o seu desejo e o meu de ser corno


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario

Comentou em 07/03/2013

ufffa... longo mas gostoso de ler...

foto perfil usuario

Comentou em 19/07/2012

Não lí É foda ler conto sem pontuação e paragrafo

foto perfil usuario jrbianca

jrbianca Comentou em 19/07/2012

que conto enorme parece um mini livro...mas delicioso...gozei muito e imaginei cada cena, amigo temos muito em comum....sugestao..divida seu conto em partes pra ficar menos cansativo a leitura...leia os meus sao veridicos tambaem e as fotos tb sao delas...comente...um abraçao deo teu amigo corno.....




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


17552 - MEU PAI COMEU A MINHA EX - Categoria: Incesto - Votos: 8
17590 - NOSSO ENCONTRO COM UM OFICIAL DA MARINHA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
17650 - ILMA MINHA PUTINHA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
17661 - minha esposa deu na cachoeira pra dois no mato - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 8
17932 - FOI DIFICIL MAS ELA REALIZOU MINHA FANTASIA - Categoria: Fantasias - Votos: 7
18057 - TROQUEI MEU MARIDO BRANCO PELO UM BELO NEGRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
18098 - O CHEFE AROMBOU A XOTA DA MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
18103 - PARA OS CORNOS PENSAREM - Categoria: Fantasias - Votos: 10
18172 - A PUTA DA MINHA ESPOSA E O MEU IRMAO - Categoria: Incesto - Votos: 6
18229 - MEU SOGRO QUE DELICIA DE HOMEM - Categoria: Coroas - Votos: 11
18310 - O MELHOR AMIGO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
18311 - A PUTA DA MINHA ESPOSA E O MEU IRMAO - Categoria: Incesto - Votos: 3
18390 - MEU IRMAO COMEU MINHA ESPOSA - Categoria: Incesto - Votos: 2
18400 - Xota melada, da minha esposa ilma - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 7
18592 - minha esposa e o meu melhor amigo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
18593 - CASADA FAZENDO SEXO COM O IRMAO DO SEU MARIDO PART - Categoria: Incesto - Votos: 4
18594 - minha esposa eu e ele - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
18744 - MINHA ESPOSA FOI O PAGAMENTO AO AGIOTA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 7
18745 - UM NEGÃO PRA MINHA ESPOSA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
18758 - MINHA ESPOSA DEU PARA UM MORENO BEM DOTADO! - Categoria: Fantasias - Votos: 6
18942 - TRANSANDO COM A MINHA CUNHADA GOSTOSA - Categoria: Incesto - Votos: 4
19243 - minha esposa sendo temperada pra dois - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
19876 - O tiro que saiu pela culatr - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
20808 - Meu irmao e a buceta da minha mulhe - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
20811 - O NOVO AMIGO DO MEU MARIDO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
20934 - MEU PRIMEIRO SWING SEM MINHA ESPOSA - Categoria: Fantasias - Votos: 5
20935 - HISTORIAS DE SEXO DA MINHA ESPOSA QUE NAO SABIA - Categoria: Incesto - Votos: 7
21034 - MEU PRIMEIRO CU VIRGEM QUE COMI - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
22325 - DIVIDI A MINHA ESPOSA COM O MEU AMIGO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
23000 - sexo em familia - Categoria: Incesto - Votos: 3
23198 - usando a esposa pra um emprestimo no banco - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
24463 - A DELICIOSA MULHER DE MEU AMIGO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
27114 - MINHA EX E O SEU MARIDO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
27115 - FANTASIAS - Categoria: Fantasias - Votos: 2
27133 - Me traía com meu pai! - Categoria: Incesto - Votos: 8
27222 - Medico Especial. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
27223 - Primeira vez - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 7
27632 - GRAVIDA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
27681 - Puta por uma noite. - Categoria: Fantasias - Votos: 6
28235 - MINHA FEMEA E O SEU CONSOLO - Categoria: Masturbação - Votos: 7
28509 - Chegamos de surpresa - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
28955 - O PAI DO MEU MARIDO? - Categoria: Incesto - Votos: 7
28989 - Cunhada Grávida. - Categoria: Incesto - Votos: 8
29213 - TIREI CO CABAÇO DA MINHA SOBRINHA - Categoria: Incesto - Votos: 8
29241 - Meu marido, eu e uma garota de programa - Categoria: Fantasias - Votos: 1
29408 - Boquete no provador da loja - Categoria: Fantasias - Votos: 9
31315 - primo tarado - Categoria: Incesto - Votos: 9
31441 - Orgia na praia deserta - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
31696 - MEU CUNHADO COMENDO A MINHA ESPOSA - Categoria: Incesto - Votos: 6
31697 - O DESEJO DA ENTEADA - Categoria: Incesto - Votos: 4
31892 - Adorei Ver Minha Esposa Ser Enrrabada - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
31978 - MINHA QUERIDA E GOSTOSA CUNHADA - Categoria: Incesto - Votos: 3
32743 - COMO PUDE CASAR COM ELA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 4
33554 - COMO INICIEI A PUTA DA MINHA ESPOSA NO SWING - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
33666 - MINHA ESPOSA E O MEU PRIMO - Categoria: Incesto - Votos: 7
33950 - ESPOSA SENDO USADA SEM CAMISINHA.E ACABOU ENGRAVID - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
34485 - minha primeira vez com um cachorro - Categoria: Zoofilia - Votos: 8
34682 - MINHA MULHER COM OUTRO - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
63206 - fodento no hospital militar - Categoria: Heterosexual - Votos: 0

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico marujoliberal

Nome do conto:
REALIZANDO UM DESEJO DA MINHA ESPOSA

Codigo do conto:
18389

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
17/07/2012

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contoseroticosvirgemfui fodida no onibusmeus.dois subrinhos fuderam minha esposa na minha frente conto eoticoConto erotico esposa baixinhaCONTOSPORNO sapecaconto erotico comi minha coleguinha de escolaContos eróticos minha entiadinha na janelafotos de codress e traveste se comendoninfeta desenhoconto erotico linguaMinha primeira traição conto eroticohq porno mae gostosa dando gostoso pro filhoconto gay dp com pauzudosQuadrinho erotico com papai me cokmendo gostosoconto erotico precocedeixei me me cume de boua ate gozei pornoconto gay meus sobrinhos ativosfui no quarto do meu irmaozinho e dei a buceta pra eleConto erotico fudeno tia no baile fantasia sexo hq minha mae e minha cachorracontos eroticos gay meu pai de vinte e dois anos bebado comeu meu cu quando eu tinha oito anoshentai melhor amigo do filhoContos eroticos.dervlincontos eroticos gay de dando uma mamada no moleque moreninho claroronicleisilvaeu conto sou casado meu cunhado fica passando um pau em mim mulherzinha do papai contos eroticos gayscontos eróticos de lactantes 2019gordinha pelada comiconto erotico filha novinha da patroaContos eroticos com cu rasgado com 30 centimetrocheirinho.gostoso da bucetinha contosConto Erotico-minha tia Helena(2) moztoconto meu casamentou melhorou muitocontos eroticos pai com um pau de 30cm fode filha rabudadoméstica vendi meu cu virgem para meu patrao contos eroticos//vangogrostov.ru/conto/77001/640600/podolatria-com-a-amiga.htmlcontos gay dei pro meu primo marginalcomendo a tia dormindo de mansinhovideos de sexogrelo grande avantajado pedindo carona pra marmanjoimagens de meu filho atrevido e selvagem entre irmaos homens transando em quadrinhosvideos esposa ajuda marido enrabarar sua maefilha novinha cobros eróticocontos pornor gey currada de garotosMeu Sobrinho Me fudeu No Mato Contos eroticos de gaysquadrinhos eroticoswww.eu cumi o cu da aline gostosa eu quero um em contro eroticosconto erotico com foto isso que e gosta de ser cornocomi uma garotinha contoscontos eróticos dando pra negros bem dotadoscontos porno trios com csais bitem continuação do conto erótico gay de Leonardo e vitor mandei meu irmao novinho chupa meu cucontos de desmaiei na pica grande de meu irmão no meu cuadora ser enrabada quadrinhoConto erotico caatingaconto alex e danielContos eroticos comi a nalvacontos eroticos lesbica ginecologistafiume. porno. infermero. dei. tezao pela. colega. de. trabaliolanterna samba pornô por tu amornamorado da minha mãe conto erótico quadrinho eroticodei pro meu irmao preso contosConto o meu pai comeu o meu cuzinho ben novinha e gozo dentro deminContos so gosto roludoprometeu dar o cuzinho virgem contos eroticoscomeu a tia bebada xgencinanda a netinha inocenti contos eroticosbuceta da bruna lombardecontos eróticos o meu tio picudo arrombou o cabaço da minha namoradaCantos fotos eroticas de cazeiros pirocudo com patroa e a filhas virgemcontosvireicornoirmao.coloca a irma de juelho para foder a sua buceta virge e ela chora e grita de dorcontos meu filho pauzudoConto gozei sendo encoxadaporno freira o'malleyconto erotico virei viadocontos eroticos curiosas lllpornô da mulher querendo 60 sua primeira filha botando a rola no priquito dela saindo sangue no Face delapica zooxxxvideopegaçao e lanbidas gaycontos eroticos, já nas preliminares me fez gozar só rozando meus mamilos, trepamos e fudemos gostoso demaisquadrinhos pornô casada foi pescar e entrou na vara do hnegaoconto erotico novinho e o coroa calcinha gayvelha di90 ta anos pau enome xvideitres rolas na bucetacontos eroticos brechei minha madrastaconto bundonao cu da minha esposa e meu conto