Mamando o Uber e Sendo Flagrado pelo Vigia


Click to Download this video!


Fala galera, há quanto tempo? Voltando aqui pra fazer mais uma postagem de um conto bem safado (e verídico) pra vocês. Como tenho outros, os interessados em saber como sou podem lê-los, e claro, gozarem bastante.

Bem, essa história ocorreu cerca de quatro meses atrás. E há um tempo, aqui na rua de casa, trocaram a empresa que faz a vigilância noturna. E apenas soube da troca, mas de fato não havia nem visto o carinha que trabalhava antes devido à maioria das casas que aderiram serem próximas à esquina contrária a minha.

Por causa de uma atividade que realizei e que durou os cinco dias da semana, eu tive que chegar por volta de meia-noite e meia, uma hora da manhã. E neste horário, o rapaz da vigilância já estaria trabalhando e no primeiro dia de atividade, o vi. Como ele viu um carro estacionando frente à minha casa numa segunda feira (meia noite), logo se aproximou apenas para ver o que estava havendo. Desci do carro-Uber e, enquanto abria a porta, o cumprimentei.

Ao vê-lo, reparei que um rapaz de uns 25/26 anos, moreno, magro, barbinha apenas no queixo que o deixava com cara de novinho querendo ser maduro. Aquela roupa preta (calça e camisa de algodão) escondia seu corpo, e seu rosto não era bonito, apenas normal:

- Boa noite, irmãozinho... – disse ele – Me chamo Samuel, sou o novo guarda. Pediram lá na empresa pra eu me apresentar... Desculpe a hora, mas queria aproveitar que estamos nos conhecendo pedir um copo d’água ao senhor... – e abriu um sorriso amarelo como quem tivesse fazendo coisa errada.

- Boa noite... Ok, rápido. – respondi abrindo o portão de casa e o Uber que tinha vindo me deixar se foi.

Quando voltei ao portão com a água, ele estava parado e reparei mais um pouco nele. Sua camisa, apesar de pequena, se agarrava no peito e as mangas nos braços. A calça marcava uma bundinha bacana e um volume chamativo, mas não exagerado na frente de sua calça. Chamei, e dei-lhe uma garrafa d’água e um copo:

- Ah, senhor, obrigado. Esqueci que tinha que trazer a minha garrafa. A Empresa diz que dá a água pro funcionário, mas não traz e proíbe a gente de pedir pra alguém da rua... – bebeu um copo e continuou – Poxa, o primeiro dia que o senhor me vê e eu estou quebrando regras... O senhor não vai falar nada, né?! – e riu.

- Pra mim, você nada fez de errado, apenas pediu água... – falei e não estava pensando maldade, principalmente por ele ser muito comunzinho – Quer saber? Pode levar essa garrafa... Amanhã pode bater aqui em casa e pedir pra alguém, ou esperar eu chegar por volta desse horário...
Ele apenas agradeceu e pronto.

No outro dia, a mesma coisa: O Uber foi estacionando e ele se aproximou, abriu um sorriso e mostrou a garrafa; falamos pouco e eu entreguei a cheia de novo.
No terceiro dia, as coisas mudaram de repente, pois na vinda pra casa, acabei por chamar um Uber que, por coincidência, foi um cara que já tinha conhecido e reencontrado várias vezes em um cine pornô daqui e acabei pedindo pra dar uma mamada e ele aceitou. Quando paramos na frente de casa, estava tão excitado que esqueci de qualquer pessoa em volta. Caí de boca no pau do safado, ele fechou os olhos e curtiu a mamada:

- Isso que é trabalho... Faturo grana, faturo boca... E se eu não estivesse no começo do turno, ia faturar teu cu... – Falou enquanto empurrava minha cabeça na direção da pica – Sentiu falta da pica? – ele perguntou e eu apenas fazia “uhum” de boca cheia e ele me pegou pelo pescoço – Responde, viado... Olha o vício... Porra! Sentiu saudade da pica?

- Sim, macho... Senti saudade desse pauzão... – falei e recebi um puxão na cabeça. Abri a boca e dei logo uma engolida nele todo, pra ele aprender. Ouvi um gemido de macho e comecei o trabalho.

Sentir aquele homem tremendo de tesão por culpa da minha boca me estimulou muito. Haja gargantada na pica. Não tava dando trégua pro cacete dele. Quando queria respirar, aproveitava pra sugar as bolas e lamber o pau, ouvindo desaforos: “viado boqueteiro”, “mamador de pica”, “Tava no serviço e você vem me provocar... Bem feito, tá levando chumbo grosso na goela... Viado é pra matar com pau...”. E isso, ouvia também ele mandar: “Isso mesmo... Garganta...”, “Se lambuza... Vai...”, “Isso, viado... Muito bem...”, “Se continuar mamando assim, vou gozar na tua boca!”.

Eu continuei trabalhando na pica pra arrancar leite por uns dez minutos. Quando ele respirou fundo e mandou uma gozada na minha cara. Como todo mundo na minha casa estaria dormindo e a rua estava vazia, pensei em sair com a cara só gala do carro e lavar no banheiro. Ele riu e disse que eu era “um viado viciado em macho”. Respondi que eu que trabalhei pra conseguir o leite, então eu ficaria com ele como eu quisesse. Rimos.

Quando eu desci do carro, o guarda apareceu e não dava mais tempo de voltar pra dentro do carro. Logo, ele me viu com a cara só gala e riu de canto de boca:
- Fala, irmãozinho... O senhor pode me conseguir água hoje? – Ficou me encarando e enquanto eu tentava esconder meu rosto só porra, mas minha cabeça era preta, e se eu tentasse limpar com a mesma, pioraria a situação.

Entrei em silêncio, lavei o rosto, voltei, peguei a garrafa, enchi e quando fui entreguei e ele bebeu logo um pouco, e mandou pra mim:

- Tava com uma sede do caramba... Fiquei esperando o senhorzinho chegar. Aí, o senhor chegou, fiquei esperando e vi o senhor terminar de se divertir e matar sua sede também. Com todo o respeito... – Ele disse e bebeu mais um pouco. Porém não pude deixar de reparar no baita volume que se formou naquela calça preta de guarda abusado.

- Bem, matei a sede por hoje... – Eu disse, pois ainda não queria me envolver com o guarda, pois ainda estava com medo e com receio dele espalhar pela rua, portanto me calei.

- Ainda bem que sede vai e volta... – Ele disse, riu, agradeceu e se afastou. Virou pra trás e disse - Ah, não se preocupe... Eu sou discreto e guardo segredo.

Bem, galera, por hoje é só, mas no próximo conto como o guarda cedeu ao instinto e me fudeu no horário de serviço.
Abraços...


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario thomasativo

thomasativo Comentou em 14/08/2017

Continuaaaaa, cara!!! Sou um grande fã dos seus contos!!! Quero saber o q aconteceu depois!!!

foto perfil usuario mahdiniz001

mahdiniz001 Comentou em 02/07/2017

Muito bom...Ansioso pela continuação.

foto perfil usuario betopapaku

betopapaku Comentou em 02/07/2017

Mas que puto safado! Esses universitários querem mesmo é ganhar o diploma de puta!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


39889 - O Machão Ciumento me Comeu e Gostou - Categoria: Gays - Votos: 34
39896 - Visitas na Casa do Machão Ciumento - Categoria: Gays - Votos: 31
40186 - O Machão Ciumento e o Entregador de Água - Categoria: Gays - Votos: 27
49953 - O Safado, o “Conservador” e Eu (Parte 1) - Categoria: Gays - Votos: 13
81678 - O Amigo Lutador e Fodedor - Categoria: Gays - Votos: 20
89861 - O Pedreiro Abusado e Safado - Categoria: Gays - Votos: 19
96317 - O Pedreiro Abusado e Safado (Parte 2 - Final) - Categoria: Gays - Votos: 15
110879 - Comido Pelo Vigia da Rua - Categoria: Gays - Votos: 16

Ficha do conto

Foto Perfil universitário21
universitario20

Nome do conto:
Mamando o Uber e Sendo Flagrado pelo Vigia

Codigo do conto:
102676

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
01/07/2017

Quant.de Votos:
20

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


coroas pauzudoswww.videos de lactofilia com caes.comcontos de putaria sou safada minha amiga que me ajudar fazer um dp com negroscontos excitantes puberdadeEncontrei porra na buceta de minha esposa mas finjo não saberconto erótico mijaramconto erótico a esposa gostosa do meu amigo ele confio em mim eu aproveiteicontos eróticos pepino no cuzinhocontos erótico sogra bucetuda só de calcinhamulheres gosta de passar margarina no cu e na busetas e no corpo inteirominha bucetinha inchada seduziu meu pai e m fodeu conto erroticotravesti do pirocao com casal conto eroticocontoseroticosvelhagordanovinha20121995 contosconto eu minha mulher e um amigo na lua de meucontos erotico nora e enteadaPornolesbicascontosMinha esposa em swing pornoOlhar Fotos meu tio mecomeu gostozocontos eroticos a madrasta e enteada rebeldehentai meu sogro me come sempreler contos de homens estrupando garotos a forçasConto porno desdi pequena pai e mae me comeA noite que ele pediu pra,ser cornocontos eroticos incesto fingi que dormia e meu pai me fydeuentalar i whatspconto de corno bêbado e amigo mulher timidacontos eroticos engravidei minha mãeconto comeu manina sapecamaurosafadoconto erotico beijo gregocontos eróticos incesto meu cachorro subiu na minha irmãvideo porno negao pintudo no medico urologistaConto de puta depravada servindo a muitos machosce1 14 a grande viagemconto erotico peguei o marido dairmadezenho porno en quadrinho dos frisdosquadrinho porno gayConto erótico gay de um irmão que gozou dentro do cuzinho do irmãocontos eróticos inquilinoconto erotico minha empregada me viu nuanos-90 mineirinho suor amigo contos gayscontos sou putinha do cunhadomeu irmão rasgou minha bucetinhaassistir vidio porn velha fica de quatro pro garoto cacetudo enpuraCONTOS ESPOSA DOGGING NEGROgozaram no cu conto eróticoquadrinhos eroticos leilaCONTO INCESTO NO CUZINHO VOVÓZINHA DE MADRUGADAminha sogra de 59 ano eu fraguei ela banhado lavando a bucetaContos erotico fui brinca com o pirralho do meu piminho e ele quebrou meu cabaçocontos gravidas trai fotosfudedo no quarto da mãeporno homem sente macho te dando cutucada no onibusxxx fui metrocar de roupa mas acabei comendo a novinhaconto erotico carahoconto erotico com velha e tarado no onibuseu sou do riu de Janeiro e a minha mamãe pediu pra que eu gozace dentro da buceta delaconto erotico transex vestindo calca legmeu irmao mete a rola com força na minha buceta contohistorias eroticas de genro bem dotado fudendo a sogrameu Marido quer que eu foda com um negro contos.compai meu amante contocontos abusei dela na lavanderia na marraminha Mae Rabuda de Calcinhaconto erotico pau liso de irmaove vidios de xaponezinha dando ate gozasvendo mamãe transar no cine porno contos eroticoscorno manso e puta. contosBuceta gozada conto virgemconto tia boqueteira no banhocaminhonheira hetaisexoanal loira anikka senta tudo em pau grande egrossoContos eroticos de mamae e filhas gulosas mamando nos pauzao grandao grossao dos cinco filhos numa suruba em casaconto vendo meu cu baratinhoQuadradinhas eroticos nao sei como.tiveChupou meu pau grande amigocontos eroticos colega de quarto vira femea gayminha mae e ninha tia contocontoerotico michele baixinhaconto gay comendo motorista de uberleite para o menino contos eroticoscontos eroticos com videos. deichei meu marido fuder a minha amigaConto estrupo casada namarraconto porno saiu sangue